Meio ambiente

Recuperação do Cascavel prevista para fevereiro

Há cinco anos Parque sofre com assoreamento do lago e abandono por parte da Prefeitura. Revitalização irá custar R$ 3 milhões





//

Ontem, durante visita às obras do Parque Macambira-Anicuns, o prefeito Paulo Garcia anunciou que a prefeitura irá revitalizar e recuperar o Parque Cascavel, situado na Jardim Atlântico. Cinco anos após ser inaugurado, o local enfrenta assoreamento do lago e o crescimento do mato.

O início das obras de recuperação do Parque Cascavel está previsto para a segunda quinzena de fevereiro. A declaração é do titular da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano Sustentável (Semdus), Paulo Cesar Pereira, que explica que o começo das intervenções seria em janeiro. “Devido a alguns procedimentos administrativos, o processo de recuperação foi adiado”.

De acordo com o secretário, as obras de recuperação do Parque Cascavel contemplam a construção de uma barragem para reduzir o fluxo de água da chuva que chega ao lago; a recuperação de duas tubulações que permitem maior descarga de água e estruturação da Rua do Siri.

Paulo Cesar relata que na primeira parte, haverá a construção da barragem de represamento para amortecimento do fluxo da água da chuva. Em seguida, segundo o secretário, serão recuperadas as tubulações de água de maior descarga a montante do parque. “Elas ficaram danificadas com a passagem do tempo e, por isso, precisam ser restauradas”.

E, finalmente, de acordo com Paulo Cesar, será feita a estruturação da Rua do Siri, onde houve um problema de instabilidade do talude. O secretário revela que as obras terão custo de R$ 3 mi e serão concluídas em até três meses. “No mais tardar, elas serão finalizadas em maio. Como estamos em um período de chuva, pode haver algum atraso por causa disso”, finalizou.

Leia a matéria completa no jornal O Hoje