Proibido

Record teria proibido Sérgio Marone de ficar nu em ensaio para revista gay

Ator fez apenas fotos ousadas para a revista 'Mais Jr' e também não falou nada sobre o universo gay





//

Sérgio Marone, intérprete do faraó Ramsés na novela ‘Os Dez Mandamentos’, da Rede Record, aparece na capa da revista gay ‘Mais JR’ desse mês, no entanto teria sido proibido pela sua emissora de fazer fotos ousadas e também falar sobre homossexualidade.

De acordo com o colunista Daniel Castro, Marone respondeu ao pedido de entrevista em apenas dois dias. “A única exigência dele era não aparecer nu no ensaio. As fotos ficaram sensuais, mas na medida certa. Nossa revista não faz editorial com nu frontal. Então, isso não foi um problema”, disse Lindomar Jr., repórter e editor da publicação.

Segundo Lindomar, a ideia do ensaio era provocar uma discussão ao colocar o galã de uma novela bíblica na capa de uma revista voltada para o público homossexual. “Gay assiste novela, lê a Bíblia e admira atores. É um telespectador como qualquer outro. Os Dez Mandamentos não é uma novela evangélica. Fala de fé. Ela não é voltada para um segmento. Por que não colocar um ator da trama na capa de uma revista gay?”, questionou o jornalista.

Durante o ensaio, Lindomar disse que a equipe ficou chocada com o físico do ator. “A equipe inteira pirou no corpo do ator. Ele tem o abdome muito definido. Não é à toa que está fazendo sucesso. O Marone tem sex appeal, é lindo e muito gente fina. Atrai tanto as mulheres como público gay. Então, foi proposital, quis provocar”, explica.

Na entrevista do ator, ele não fala nada sobre homossexualidade, mas sim sobre a novela, trabalhos na TV, teatro, o sonho de ser apresentador, etc. Questionado se o fato dele não ter falado nada sobre o universo gay havia sido uma das exigências para o ator realizar o ensaio, o editor preferiu não comentar. “Não vou tocar neste assunto. Não vou polemizar”. A Record não se pronunciou sobre o assunto.