Intempérie

Queda de torres por vendaval deixou Santa Helena sem fornecimento de água e energia

Estruturas de ferro e concreta foram derrubadas devido a fortes ventos que prejudicaram a região




Um forte vendaval na última quarta-feira (19) derrubou torres de concreto e de ferro deixando o município de Santa Helena e região sem fornecimento de energia elétrica e de água. Na tentativa de restabelecer o abastecimento, dois funcionários de empresas que prestam serviços à Companhia Energética de Goiás (Celg) ficaram feridos.

Segundo Thiago Elias, funcionário da Rádio Cultura, de Santa Helena, seis postes de concreto e dois de ferro foram derrubados em uma fazenda devido a uma ventania que atingiu a região por volta das 20h. “Foi tão forte que arrancou até a soja que o pessoal plantou”, relatou. A intempérie causou danos até mesmo a equipamentos da emissora onde ele trabalha.

Na tentativa de restabelecer a energia elétrica na região, dois funcionários de empresas terceirizadas à Celg acabaram feridos. Um deles foi encaminhado ao Hospital de Urgências da Região Sudoeste (Hurso) e outro a Goiânia, para uma unidade não revelada.

O corte da transmissão de energia interrompeu também o fornecimento de água naquela região. A Saneago, porém, informou que o bombeamento foi retomado às 9h30 desta sexta-feira (21). “Devido à falta de energia, o nível de água tratada nos reservatórios zeraram. A normalização do sistema está ocorrendo de forma gradual e a previsão de recuperação total só no decorrer da madrugada de sábado”, informou a empresa.

A Celg, por sua vez, declarou que, inicialmente, o fornecimento de energia na região foi restabelecida por meio de uma manobra que transferiu a carga para o sistema de Maurilândia. A companhia destacou que equipes especializadas atuam na região e que o suprimento de energia elétrica foi concluído em Santa Helena também na manhã desta sexta. “Nas demais localidades atingidas o sistema foi restabelecido ainda ontem, quinta-feira”, diz nota divulgada.