Roubo e receptação

Quatro são presos suspeitos de roubar celulares em lanchonete do Setor Central

Um dos detidos possui loja em um camelódromo do Setor Campinas; principal suspeita é que os celulares seriam vendidos no local


Thaynara Cunha
Do Mais Goiás | Em: 30/12/2019 às 09:56:43

Além de recuperar os quatro celulares e o iPad furtados na lanchonete, a polícia também apreendeu outros 19 aparelhos de origem duvidosa e sem nota fiscal (Foto: Divulgação / PM)
Além de recuperar os quatro celulares e o iPad furtados na lanchonete, a polícia também apreendeu outros 19 aparelhos de origem duvidosa e sem nota fiscal (Foto: Divulgação / PM)

Quatro homens foram presos, neste domingo (29), suspeitos de assaltar uma lanchonete localizada na Rua 10, Setor Central, em Goiânia. O grupo roubou cerca de R$ 2 mil em espécie, quatro celulares e um tablet. Os itens seriam comercializados em um camelódromo da capital. Após o assalto, os suspeitos fugiram em um VW Gol. As informações são da Polícia Militar (PM).

Durante consulta no sistema, a polícia identificou a localização de um dos celulares levados. Uma equipe, então, se deslocou para o endereço, no Setor Água Branca, região Leste da capital, onde avistou um grupo de pessoas na porta de uma residência. Após revista, foram encontrados alguns dos celulares que haviam sido furtados. O restante dos eletrônicos estaria dentro da casa. Ao adentrar a propriedade, os militares localizaram o veículo utilizado no assalto.

O proprietário estava no interior da residência. Com ele, a polícia encontrou o tablet furtado, outros 19 celulares de origem duvidosa, várias peças de reposição para celular, um simulacro de pistola e R$ 547. O homem, que não teve o nome divulgado, afirmou possuir uma loja de eletrônicos em um camelódromo do Setor Campinas, para onde os aparelhos seriam levados.

Diante dos fatos, os suspeitos foram presos e levados, juntamente com o material apreendido, para a Central de Flagrantes da Polícia Civil (PC). No local, foram autuados pelos crimes de roubo e receptação.

(Foto: Divulgação / PM)

(Foto: Divulgação / PM)

*Thaynara da Cunha é integrante do programa de estágio do convênio entre Ciee e Mais Goiás, sob orientação de Hugo Oliveira