Vento forte

Quatro pessoas ficam feridas durante temporal em Pirenópolis

Vendaval também resultou em árvores caídas, ruas interditadas, casas destelhadas, enxurradas em várias vias e derrubou, inclusive, a estrutura de uma feira da cidade


Jessica Santos
Do Mais Goiás | Em: 17/01/2020 às 10:20:42

Durante a chuva e forte ventania em Pirenópolis, quatro pessoas ficaram feridas e precisaram ser encaminhadas ao hospital do município. (Foto: Corpo de Bombeiros)
Durante a chuva e forte ventania em Pirenópolis, quatro pessoas ficaram feridas e precisaram ser encaminhadas ao hospital do município. (Foto: Corpo de Bombeiros)

Um temporal de pouco mais de 1h causou estragos em toda a cidade de Pirenópolis na tarde desta quinta-feira (16). Durante a chuva e forte ventania, quatro pessoas ficaram feridas e precisaram ser encaminhadas a uma unidade de saúde do município. Vendaval também resultou em árvores caídas, ruas interditadas, casas destelhadas e enxurradas em várias vias. O temporal derrubou, inclusive, a estrutura de uma feira da cidade. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), caíram 25 milímetros de chuva, mas os ventos atingiram 70 km/h.

De acordo com informações repassadas pelo Corpo de Bombeiros, entre os feridos está uma idosa, que não teve a idade e o nome revelados. Ela precisou ser transportada ao hospital com suspeita de fratura de bacia. A mulher, conforme relata a corporação, ficou ferida após uma barraca da feira cair. Até o momento, não há detalhes da dinâmica do fato.

Além dela, outras três pessoas se feriram. A identidade dos feridos também não foi revelada. O major dos bombeiros, Tiago Costa Chaves, explica que a corporação não sabe dizer como elas se machucaram. A suspeita é de que eles sejam andarilhos da região. Eles foram socorridos e encaminhados com auxílio do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) à unidade de saúde.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Mais Goiás (@maisgoias) em

Estragos

Tiago Chaves conta que a chuva durou pouco mais de 1h e foi marcada por forte ventania. “Foi muito rápida e com bastante vento. Não observamos alagamentos e enchente. Não fomos acionados para nenhuma ocorrência deste tipo. Os estragos foram causados mais pela ventania do que pelas águas da chuva propriamente”, disse.

Os estragos, conforme ele, foram diversos. Casas ficaram destelhadas, árvores ficaram caídas, obstruíram vias da cidade e danificaram a rede elétrica de parte do município. Cerca de 4 mil pessoas foram afetadas pela falta de energia. Temporal foi responsável por causar enxurradas em ruas da cidade histórica. A estrutura da Feira da Família, que fica atrás da Igreja Matriz Nossa Senhora do Rosário, também ficou destruída. 

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Mais Goiás (@maisgoias) em

Após o temporal, segundo relata o major, o Corpo de Bombeiros e Defesa Civil, com apoio da Prefeitura de Pirenópolis, iniciaram o atendimento das ocorrências. “Algumas equipes realizaram o corte de árvores e desobstrução das vias. Outras atenderam os feridos na feira. O trabalho foi sendo feito de forma gradativa até a normalização do trânsito e segurança da população”.

De acordo com o militar, as equipes ainda atuam na cidade nesta sexta-feira (17). “Agora vamos atender as ocorrências nas casas, mas a informação que temos é a de que não há urgência na cidade mais. Já saímos do meio de urgência, mas continuaremos os atendimentos nas residências até que tudo seja normalizado”, disse.

Em nota, a prefeitura do município informou que montou uma força tarefa com todos os órgãos para realizar os reparos e sanar os danos causados pela forte tempestade. “Em respeito ao cidadão pirenopolino, nós da prefeitura e todas as secretarias, colocamos em prática imediatamente um mutirão de limpeza para que a limpeza das vias, e todos os outros transtornos sejam sanados o mais rápido possível (sic)”.

O órgão também tranquilizou os moradores e visitantes e disse que tudo foi normalizado e a situação já está completamente controlada. “Está tudo bem”, consta em um trecho do documento.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Mais Goiás (@maisgoias) em

Falta de energia

Depois da forte chuva, a Enel também emitiu nota e confirmou que cerca de 4 mil pessoas ficaram sem energia na cidade. A companhia informou que encaminhou equipes extras de atendimento emergencial para prestar apoio à região e elas seguem trabalhando para restabelecer o fornecimento de energia.

“A companhia ressalta, ainda, que devido ao temporal, objetos foram lançados na rede elétrica e os técnicos estão trabalhando para realizar os reparos necessários. A empresa informa que as equipes estão enfrentando dificuldades de deslocamento devido à situação encontrada na cidade”, disse.