Silvânia

Quarto suspeito de assaltar agência bancária em Silvânia morre durante troca de tiros com a PM

Os outros três bandidos que morreram sábado, foram identificados na manhã de deste domingo pela Polícia Civil


Altemar Santos
Do Mais Goiás | Em: 07/01/2018 às 13:01:19

Assaltantes foram mortos em diferentes confrontos com a Polícia Militar (Foto: Leitor/Via WhatsApp)
Assaltantes foram mortos em diferentes confrontos com a Polícia Militar (Foto: Leitor/Via WhatsApp)

Mais um suspeito de participar, na madrugada de sábado (6), da explosão de caixas eletrônicos da agência da Caixa Econômica Federal, em  Silvânia, a 83 quilômetros de Goiânia, foi morto durante troca de tiros com policiais militares na manhã deste domingo (7). Os outros três bandidos que morreram sábado, foram identificados na manhã de hoje.

Thiago Rodrigo de Siqueira, segundo a Polícia Militar, é o assaltante que foi morto logo após o ataque à agência, quando os bandidos saíram em alta velocidade trocando tiros com os agentes, e abandonaram o carro na saída da cidade, fugindo a pé para uma mata. Ele estava com uma espingarda calibre 12, munições, máscaras, e parte do dinheiro roubado da agência.

Ainda na tarde de ontem, após troca de informações entre militares do COD, do Serviço de Inteligência (PM2), e do Grupo de Radiopatrulha Aérea (Graer), os policiais localizaram mais dois suspeitos de participação no ataque escondidos em uma casa no Setor Residencial Paraíso, em Senador Canedo, na região Metropolitana de Goiânia.

De acordo com a PM, no momento em que foram abordados, Rafael Mateus de Oliveira, e Ivânio Gonçalves, que estavam armados, cada um com uma pistola calibre Nove Milímetros, atiraram contra as equipes, que revidaram.

(Foto: Divulgação)

O cerco na mata que fica na saída de Silvânia, onde os bandidos abandonaram o carro com um pé de cabra e vários explosivos já prontos para serem colocados em caixas eletrônicos permaneceu durante toda a madrugada, até que por volta das sete da manhã de hoje, mais um suspeito, que estava armado com um fuzil calibre 7.62 foi localizado. O suspeito, que ainda não foi identificado, também teria sido morto após reagir à abordagem.

Durante o ataque em Silvânia, os assaltantes mataram Marcos Antônio Batista, de 21 anos. O jovem, que dirigia um Corsa, foi abordado pelos bandidos quando passava pela Avenida Mário Ferreira, tentou fugir, mas teve o carro atingido por vários disparos, perdeu o controle da direção, bateu em uma árvore e morreu.

Pelo armamento e forma como agiram em Silvânia, a suspeita da PM é que a quadrilha seja a mesma que explodiu, na madrugada do último dia 22 de dezembro, no Setor Cirdade Livre, em Aparecida de Goiânia, caixas eletrônicos da agência do Banco do Brasil. Naquela ocasião, um motorista que foi feito refém teve que amputar uma das pernas após ser baleado pelos criminosos, mesmo sem ter esboçado qualquer tipo de reação.