Música

Pussycat Dolls: cantora explica por que negou convite para retorno da banda

Banda, bem sucedida nos anos 2000, se reuniu após quase 10 anos separadas para uma turnê comemorativa


Murillo Soares
Do Mais Goiás | Em: 01/12/2019 às 16:23:35

(Foto: Divulgaçãoo)
(Foto: Divulgaçãoo)

Neste sábado (30), as Pussycat Dolls aconteceu o retorno da banda após um hiato de quase 10 anos. A maioria das integrantes topou voltar à ativa, exceto uma: Melody Thornton. Segundo contou a empresária do grupo, Robin Antin, “este não era o momento certo para Melody”, mas que a porta está e sempre estará aberta para ela.

Melody, no entanto, sempre deixou claro que não tem interesse algum em retornar às Pussycat Dolls, não obstante o clamor do fãs. Em entrevista ao Today Extra (via Metro UK), a cantora revelou que voltar à banda seria “um pesadelo” e que, quando saiu em meados de 2010, precisou de terapia.

Era a indústria em geral. Eu não colocaria a culpa em apenas algo específico. Fui impulsionada aos holofotes, apresentada como parte deste grande veículo que é o Pussycat Dolls. Ninguém sabia que seria este grande sucesso. Não havia anonimato. Você meio que sai dos trilhos em uma situação como esta. É, eu gastei um bom tempo na terapia e tem sido ótimoMelody Thornton

Em outras entrevistas, a artista revelou também que ainda guarda mágoas da banda, porque tinha poucas oportunidades como cantora. Ela era tratada apenas como backing vocal e bailarina, algo que, segundo dizem fontes não-oficiais, não era a proposta inicial.

A ideia era que todas cantassem um pouco, mesmo que Nicole Scherzinger fosse a vocalista principal. Isso não aconteceu. Ao programa Chart Show (via Popline), Melody disse:

O que eu queria para mim e para minhas colegas era realmente desfrutar da vida. E, quando estava no grupo, eu era uma criança. Eu tenho que explicar isso mais e mais, especialmente lançando músicas novas. Eu sou primeiramente uma vocalista e, no grupo, Nicole [Scherzinger] tinha assinado dois contratos, então fez sentido para ela cantar a maioria das partes. Pediam para eu esperar minha vez, e minha vez nunca chegou. Só lançamos dois álbuns. Eu, na verdade, sou uma dançarina muito ruim. Eu sou uma cantora. Então, para mim, não há nada para voltar. As músicas que temos são as músicas que temos, sabe?

As Pussycat Dolls lançaram dois discos (PCDDoll Domination) e se firmaram como uma bem sucedida girl-band dos anos 2000. Emplacaram os sucessos ButtonsDon’t Cha, I Hate This PartWhen I Grow Up. O retorno oficial foi feito no palco do X-Factor Celebrities UK com um medley de hits.

Assista ao retorno das Pussycat Dolls:

Agora, elas farão uma turnê comemorativa, com início marcado para Abril de 2020 no Reino Unido. A banda lançará um novo single, Reactnas próximas semanas.