PSL se reúne em fevereiro para definir chapa para Goiânia

Além de Lucas Kitão, outros nomes devem ser de outsiders, ou seja, pessoas de fora da política


Francisco Costa
Do Mais Goiás | Em: 27/01/2020 às 15:36:28

Lucas Kitão, Major Araújo e Delegado Waldir (Fotos: Divulgação)
Lucas Kitão, Major Araújo e Delegado Waldir (Fotos: Divulgação)

No começo de fevereiro, o vereador Lucas Kitão, o deputado estadual Major Araújo e o presidente do PSL em Goiás, deputado federal Delegado Waldir, se reúnem para tratar campanha em Goiânia. “Já estamos adiantando o trabalho de formação de chapa”, garante Kitão, que espera fazer até quatro legisladores da Câmara Municipal da capital, nesse pleito.

“Acredito que podemos fazer de três a quatro vereadores.” Segundo ele, a média de votos deve flutuar de 3 mil a 4 mil por candidato. Em relação a nomes, ele afirma que estes serão apresentados na reunião, que ocorre no começo de fevereiro, mas ainda não tem dia certo.

Apesar de não apontar pessoas específicas, o foco do PSL será em “outsiders”. “Ou seja, de gente de fora da política”, explica o vereador. Kitão é pré-candidato à reeleição.

“Vamos fazer uma composição para trabalhar na campanha [de prefeito] do Major [Araújo]. Temos plena condição de projetar o partido e aumentar nossas vagas na Câmara, além de levar um bom projeto para Goiânia”, destaca Kitão, hoje o único vereador da sigla no parlamento goianiense.