Promotoria do Rio denuncia ex-BBB Maycon Santos por apologia a maus-tratos de animais

No BBB 19, o ex-brother comentou que teria amarrado uma bombinha no rabo de um gato e perdido a virgindade com uma cabra


FolhaPress
FolhaPress
Do FolhaPress | Em: 23/05/2019 às 16:16:34

(Foto: Reprodução/Rede Globo)
(Foto: Reprodução/Rede Globo)

O ex-BBB Maycon Santos, 27, foi denunciado pelo Ministério Público do Rio de Janeiro por apologia a maus-tratos aos animais e crime contra a paz pública. Segundo a promotoria do estado, a petição foi enviada na segunda-feira (20) ao 16º Juizado Especial Criminal do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, que analisará o requerimento.

Maycon esteve no Big Brother Brasil 2019, onde engatou um breve romance com a participante Isabella. No reality, ele fez algumas declarações que incomodaram aos espectadores e, inclusive, ativistas como Luisa Mell, que pediu que ele fosse eliminado do programa.

Durante um bate-papo com os demais integrantes da casa, Maycon fez comentários sobre brincadeiras que fazia quando era mais jovem com animais.  “Já viu gato? Você coloca um adesivo no gato, do lado, e ele fica andando assim … Nunca fez isso? Já amarrou bombinha no rabo dele?”, afirmou Maycon. Ele também chegou a dizer que perdeu a virgindade com uma cabra.

(Foto: Reprodução/Rede Globo)

A afirmação do brother foi comentada pelos BBBs que estavam na casa. “Eu fico pensando nisso todo dia. Olho pra cara dele e lembro. É o negócio de estuprar boi, galinha, sei lá. Tudo bem, é uma coisa que acontece muito no Brasil, mas é aquela coisa: isso é nojento. Você falar desse jeito rindo e achando o máximo o que fez… Desde o primeiro momento, vi que não tem a menor noção”, disse Hana. “É zoofilia isso, isso é sério. E você vem e fala disso com a maior naturalidade?”

Maycon também foi acusado de intolerância religiosa por internautas após falar ter sentido um arrepio enquanto ouvia umas músicas esquisitas, dançada por Rodrigo e Gabriela.

“Olhei para os dois, num sincronismo legal. Achei legal, juro por Deus. De repente, comecei a olhar e escutar uns negócios. ‘Não faça igual a eles’. Aí veio Jesus Cristo em minha mente. ‘Não para aqui. Para a vida inteira. Se fizer igual a eles, eles ganharão mais força’. Eu não sou doido”.

O mineiro veio da pequena Piumhi, com cerca de 34 mil habitantes, para São Paulo para tentar a sorte. Queria ser modelo, mas acabou bartender, servente de pedreiro, chapeiro, entregador e vendedor de queijo.