Projetos do governo recebem pedidos de vista na Assembleia

Os deputados devem analisar projetos governistas, dentre eles o programa de transferência de renda do governo estadual

Sessão na Alego (Foto: Reprodução/ Youtube)

Projetos enviados pelo governo estadual receberam pedidos de vistas durante sessão extraordinária realizada nesta sexta-feira (16), na Assembleia Legislativa de Goiás. Os deputados devem analisar textos governistas, dentre eles, o programa de transferência de renda que o governador Ronaldo Caiado (DEM) quer implementar, chamado de Mães de Goiás.

O projeto, destaca-se, autoriza o Poder Executivo para abrir crédito adicional com a utilização, como fonte, dos recursos oriundos do cancelamento de restos a pagar referentes às transferências da União da Lei Aldir Blanc. Ele recebeu pedido de vistas dos deputados Major Araújo (PSL), Lêda Borges (PSDB), Karlos Cabral (PDT) e Alysson Lima (Solidariedade).

Já a matéria que prevê a adesão do estado de Goiás ao benefício fiscal previsto na legislação do estado de Mato Grosso recebeu sete pedido de vistas de Lêda Borges (PSDB), Major Araújo (PSL), Karlos Cabral (PDT), Alysson Lima (Solidariedade), Delegado Eduardo Prado (DC), Talles Barreto (PSDB) e Antônio Gomide (PT).

Além disso, a matéria que prevê autorização do governo para conceder auxílio a Agência Goiana de Habitação (Agehab), a Goiás Telecomunicações (Goiás Telecom), a Indústria Química do Estado de Goiás (Iquego) e a Metrobus, até o montante de R$ 410.067.000, recebeu sete pedidos de vista.

Mães de Goiás

O programa de transferência de renda, Mães de Goiás, destinado a garantir atenção social e financeira às mães que tenham filhos com até seis anos de idade e que vivem em situação de extrema pobreza, recebeu outro sete pedidos de vista.

Com os pedidos de análises, as pautas ficam travadas para tramitação até que os deputados devolvam para a mesa diretora.