Projeto que vende ações da Saneago tem pedido de vistas, mas volta à CCJ

Líder do governo pediu vistas após votos em separado de Antônio Gomide e Lêda Borges. Bruno Peixoto pretende apresentar outro voto pela rejeição dos demais


Fabricio Moretti
Do Mais Goiás | Em: 29/10/2019 às 17:15:09

(Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

A matéria que abre capital da Saneago e prevê a venda de 49% das ações da empresa teve pedido de vistas na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) nesta terça-feira (29), após pedidos de voto em separado de Antônio Gomide (PT) e Lêda Borges (PSDB). A solicitação foi feita pelo líder do governo Bruno Peixoto (MDB), que vai apresentar voto em separado, também, pela rejeição dos demais.

Segundo o emedebista, as demandas de Gomide e Lêda são parcialmente atendidas. Ele explicou que o projeto prevê o controle do Estado sobre 51% da Estatal (um dos pedidos de Gomide) e que 30% da verba seja destina a saneamento (um dos requerimento da tucana).

Apesar disso, ainda há solicitações que não devem ser atendidas, segundo Bruno. O petista queria que empresa direcionasse 100% do recurso ao saneamento e a tucana que o Estado mantivesse 75% do controle.

A matéria volta, ainda hoje, para um novo encontro da CCJ. A expectativa de Bruno Peixoto é que na quarta-feira (30), o projeto passe pela primeira votação.

Tópicos