Educação

Professores da rede estadual mantêm a greve em Goiás

Sindicato diz que categoria vai entrar em férias coletivas e terá nova assembleia no dia 3 de agosto





//

Os professores da rede estadual de educação decidiram por unanimidade, em assembleia realizada na manhã desta sexta-feira (19/06), manter a greve que já dura mais de um mês.

De acordo com a presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Goiás (Sintego), Bia de Lima, as propostas apresentadas pelo governo ainda não atenderam às reivindicações da categoria.

A Secretaria de Estado de Educação Cultura e Esporte (Seduce) informou no início da semana que já propôs o reajuste de 13,01% nos salários dos professores a partir de julho deste ano. O governo afirmou, ainda, que o diálogo com os professores continua aberto para novas negociações.