Do Mais Goiás

Procon identifica aumento nos preços de perfumes para o dia dos pais

Um exemplo é o Ferrari Black, de 75 ml. O preço médio do perfume em agosto de 2013 era de R$ 140. Atualmente, ele custa em média R$ 205,67

A pesquisa realizada pelo Procon para verificar a variação de preços de presentes para os pais identificou que os perfumes importados foram os produtos com o maior aumento médio anual. Um exemplo é o Ferrari Black, de 75 ml. O preço médio do perfume em agosto de 2013 era de R$ 140. Atualmente, ele custa em média R$ 205,67, o que representa um aumento de mais de 46%.

Além dos perfumes importados, o levantamento de preços realizados de 4 a 6 de agosto em 13 estabelecimentos de Goiânia apurou o valor de outros 29 itens sugestivos para o Dia dos Pais, no próximo dia 10, como celulares, notebooks, camisas oficiais de time de futebol e barbeadores. A pesquisa também mostra a variação entre o menor e o maior preço encontrado.  O menor valor encontrado do perfume Hugo Boss de 100 ml é de R$ 289. O maior, de R$ 369, uma variação de 27,68%.

A camisa oficial do Atlético Goianiense, considerando o menor preço em cada estabelecimento visitado, é encontrada de R$ 129,90 a R$ 179,90, uma variação de 38,49%. Já na camisa do Corinthians, a variação foi de 46,61%, com preços oscilando entre R$ 149,99 a R$ 219,90. O barbeador da marca Philips modelo AT 751 foi encontrado ao menor preço de R$ 169 e o maior a R$ 199,90, variação de 18,28%.

Troca de produtos
O lojista não é obrigado a efetuar a troca. No entanto, caso seja dada essa possibilidade, o consumidor deve pedir que esta condição seja feita por escrito, de preferência na nota fiscal, com o prazo previsto para a troca. Sendo assim, dentro do período e nas condições pré estabelecidas, o lojista será obrigado a cumprir com o que foi acordado.

Defeito de fabricação
Em relação a eletroeletrônicos, sempre que possível, o consumidor deve pedir para que seja feito o teste do produto antes da compra. Caso o teste não seja possível e, ao ligar o produto em casa, o consumidor verificar que ele está com defeito de fabricação, este deverá ser encaminhado à assistência técnica (dentro do período de garantia), que terá um prazo de até 30 dias pra solucionar o problema. Apenas se esse prazo não for cumprido, o consumidor poderá exigir a troca do produto por um novo ou a devolução do valor pago, devidamente corrigido.

Cartão de crédito, débito ou cheque
O lojista (fornecedor) não é obrigado a aceitar outra forma de pagamento senão em espécie. No entanto, ao aceitar cheque ou cartão como forma de pagamento, não poderá impor restrições como, por exemplo, valor mínimo para aceitação do cartão ou tempo mínimo de abertura de conta corrente para receber cheque. Esta prática deve ser denunciada pelo consumidor pelo telefone 151.

Vale presente
Ao optar pelo “vale presente”, uma alternativa para quem está em dúvida sobre que presente comprar, o consumidor deve acertar, por escrito, com o lojista como será feita uma eventual restituição de valores, caso o presenteado opte por um produto com valor inferior ao do vale presente.

Compras coletivas
Apesar de haver frequentes ofertas tentadoras, o consumidor deve ter atenção redobrada ao adquirir o presente por meio destes sites. Principalmente, quando se tratar de uma prestação de serviço (spa, beleza, etc). O Procon orienta o consumidor a atentar-se ao prazo em que o cupom de desconto será utilizado e se é preciso um agendamento prévio, pois, caso haja muitas compras, pode ser que o serviço a ser presenteado aos pais só seja de fato utilizado muito depois da data comemorativa. Em caso de dúvidas, entre em contato com a empresa que está ofertando o produto ou serviço.

Entrega em domicílio
No momento da entrega, examine bem o estado da mercadoria e só assine o documento de recebimento do produto após esta checagem. Se constatada alguma irregularidade, descreva-a no documento e devolva o produto de imediato ao entregador.