Consumidor

Procon Goiás divulga ranking das empresas que tiveram maior número de reclamações

As empresas de telefonia aparecem no topo da lista, no entanto, empresas de eletrodomésticos e supermercados também estão presentes


Kayque Juliano
Do Mais Goiás | Em: 05/04/2019 às 15:37:45

(Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

A Superintendência de Proteção aos Direitos do Consumidor (Procon-GO) divulgou, no inicio desta semana, o ranking das 50 empresas que tiveram o maior número de reclamações por consumidores no mês de março de 2019. No topo da lista,estão as operadoras de telefonia.

A lista é composta por duas tabelas. No ranking geral estão os atendimentos preliminares, simples consultas, cartas de informações preliminares, solicitações de cálculos, fiscalizações, pré atendimentos de problemas que não são atribuições do Procon. Já o ranking de processos instaurados, são os processos administrativos, ou seja, as empresas que esgotaram todas as tratativas pré-processuais.

Nas primeiras cinco posições do ranking geral estão empresas de telefonia: OI, Claro, Telefonia Brasil, Além da Celg Distribuição e Tim, respectivamente. Bancos, empresas de eletrodomésticos e supermercados também aparecem na lista.

Um dos objetivos da lista é fazer com que os consumidores avaliem os riscos ao contratar uma determinada empresa. Para conhecer o ranking, basta acessar o site do Procon Goiás no LINK.

Segundo a Enel, “o número destes atendimentos [às solicitações do Procon] é equivalente a menos de 1% (0,0096%) dos clientes atendidos pela distribuidora no Estado”.  O Mais Goiás entrou com as demais empresas mencionadas e aguarda um posicionamento.

Confira a nota completa da Enel:

A Enel Distribuição Goiás esclarece que presta atendimento a todas as solicitações realizadas no Procon e reforça que equipes especializadas realizam esclarecimentos ao órgão. A empresa informa que o número destes atendimentos é equivalente a menos de 1% (0,0096%) dos clientes atendidos pela distribuidora no Estado.

 

*Texto atualizado às 17h do dia 05/04/2019