Do Mais Goiás

Primo do goleiro Bruno revela onde está enterrado o corpo de Eliza Samudio

'Bola é um psicopata', disse Jorge sobre ex-PM condenado pelo crime.

Em entrevista para a Rádio Tupi na manhã desta quinta-feira, o primo do goleiro Bruno, Jorge Rosa Sales, de 21 anos, deu detalhes de como a amante do ex-capitão do Flamengo foi morta em junho de 2010 e afirmou que ela está enterrada num terreno próximo ao Aeroporto Internacional de Confins, em Belo Horizonte.

Vídeo

‘Bola é um psicopata’, disse Jorge sobre ex-PM condenado pelo crime

“Ela (Eliza Samudio) foi assassinada e enrolada num lençol e colocada num saco preto, e levada para uma chácara próximo ao aeroporto de Belo Horizonte. Tiramos ela dentro do porta-malas do carro e no local já tinha um buraco bem fundo feito com uma retroescavadeira. Quando chegamos, o buraco já estava pronto. Ela está enterrada lá”, disse ele.

Entenda o caso

Eliza desapareceu em 2010 e seu corpo nunca foi achado. Ela tinha 25 anos e era mãe do filho recém-nascido do goleiro Bruno, de quem foi amante. Na época, o jogador era titular do Flamengo e não reconhecia a paternidade.

Em março de 2013, Bruno foi considerado culpado pelo homicídio triplamente qualificado, sequestro e cárcere privado da jovem. A ex-mulher do atleta, Dayanne Rodrigues, foi julgada na mesma ocasião, mas foi inocentada pelo conselho de sentença. Luiz Henrique Ferreira Romão, o Macarrão, amigo de Bruno, e Fernanda Gomes de Castro, ex-namorada do atleta, já haviam sido condenados em novembro de 2012.

O ex-policial Marcos Aparecido dos Santos, o Bola, foi condenado a 22 anos de prisão em abril de 2013. O último júri do caso foi realizado em agosto e condendenou Elenilson da Silva e Wemerson Marques.