Primeiro caso de sarampo é confirmado em Goiás

De acordo com a SES, mulher é moradora de Alto Paraíso de Goiás e teria sido infectada durante viagem a São Paulo; confira a lista com os locais de vacinação


Joao Paulo Alexandre
Do Mais Goiás | Em: 22/08/2019 às 16:05:19

MS inseriu a cidade dentro da lista de município como surto da doença (Foto: Elisângela Nascimento/G1)
MS inseriu a cidade dentro da lista de município como surto da doença (Foto: Elisângela Nascimento/G1)

A Secretária de Estado da Saúde (SES) e o Ministério da Saúde (MS) confirmaram o primeiro caso de sarampo em Goiás. De acordo com pasta estadual, a paciente é moradora de Alto Paraíso de Goiás, no Entorno do Distrito Federal, que contraiu o vírus após uma viagem a São Paulo.

Segundo a SES, a mulher apresentou sintomas em Santa Catarina. Ela teria passado todo o período de transmissão da doença no estado sulista. Apesar disso, a SES e o MS divergem sobre a situação de surto dentro de Goiás. A pasta estadual destaca que “não existe cadeia de transmissão ou surto ativo de sarampo em Goiás até o momento”. Já o órgão federal já introduziu Alto Paraíso na lista de municípios brasileiros em situação de surto, pois um caso já é o bastante.

Em Goiás, 38 casos foram registrados. Destes, 23 foram descartados e 14 seguem sob investigação, segundo a SES. O MS destaca que, até o último dia 18 de agosto, foram registrados 1.845 casos da doença. E afetam 88 cidades nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Pernambuco, Paraná, Rio Grande do Norte, Maranhão, Bahia, Espírito Santo, Piauí e Sergipe. E Goiás.

De acordo com o MS, o Sarampo é uma doença infecciosa grave, causada por um vírus. A transmissão ocorre pela tosse, fala, espirro ou respiração de uma pessoa infectada. A vacina é o único meio para prevenir a doença.

Segundo o MS, a chamada dose zero deve ser dada em crianças de seis meses e menores de um ano. A primeira dose deve ser aplicada quando a criança completar um ano e a segunda, e última dose, aos 15 meses de idade. Com as três aplicações, a pessoa estará imunizada por toda a vida.

Caso a pessoa só tenha tomado uma das doses até os 29 anos, o MS recomenda a aplicação da segunda dose da vacina. Caso seja comprovado que a pessoa recebeu as duas doses, ela não precisa ser imunizada. Se a pessoa tiver 30 anos ou mais, é necessária apenas uma dose. Ela deve ser aplicada caso a pessoa não se lembre ou tenha perdido o cartão de vacinação.

Em Goiânia, a lista de postos de saúde que oferecem a vacina contra a doença pode ser conferida no seguinte link. Em Aparecida, 21 postos realizam a imunização contra o sarampo. O atendimento é realizado de segunda a sexta, das 8h às 16h30. São eles: UBS Andrade Reis; Independência Mansões; Jardim Riviera; Bairro Independência; Campos Elísios; Jardim Florença; Tiradentes; Cândido de Queiroz; Jardim Paraíso; Alto Paraíso; Delfiore; Jardim dos Ipês; Madre Germana; Buriti Sereno; Garavelo Park; Mansões Paraíso; Jardim Olímpico; Parque Trindade; Santa Luzia; Nova Olinda; e Retiro do Bosque.

O serviço também é realizado no Cais Colina Azul e Nova Era. O atendimento também ocorre nos cinco dias úteis, das 7h30 às 18h30. O Centro de Atendimento Ambulatorial também faz as aplicações de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 18h30, e aos sábados, das 8h às 16 horas.