PRF reprova 45 dos 47 veículos escolares abordados durante operação em Anápolis

‘Viagem segura’ deve passar por várias cidades de Goiás para checar condições dos transportes e evitar acidentes


Leicilane Tomazini
Do Mais Goiás | Em: 12/11/2019 às 08:13:51

(Foto: Reprodução/PRF)
(Foto: Reprodução/PRF)

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) realizou, na última segunda-feira (11), uma ação de fiscalização no município de Anápolis, onde reprovou quase todos os veículos de transporte escolar abordados. Dos 47 que passaram pela fiscalização, dentre eles vans e ônibus, 45 foram reprovados, além de serem totalizadas 87 infrações, que variam de leves a gravíssimas, como pneus lisos, para-brisa trincado, extintor vencido, sistema de iluminação inoperante e falta do cinto de segurança.

Além disso, a PRF detectou outras irregularidades, como falta de inspeção semestral, motoristas sem o curso específico para o transporte escolar, falta do dispositivo de visão periférica e o não uso do cinto de segurança. A polícia salientou que, em apenas um dos ônibus que percorre cerca de 80 km até ao município de Anápolis, foram encontradas várias irregularidades, como sistema de iluminação inoperante, tacógrafo irregular, ausência de cintos de segurança, falta de autorização para transporte escolar, falta de equipamentos obrigatórios e a falta do dispositivo de visão periférica.

A operação Viagem Segura ocorreu em quatro pontos estratégicos de bloqueios nas BRs 060, 153 e 414, locais de grande circulação de veículos do transporte escolar, segundo a corporação. A polícia explicou ainda que o grande fluxo deve-se ao fato de que Anápolis recebe estudantes de ao menos 16 cidades vizinhas.

Segundo a PRF, após deixarem os alunos em suas respectivas instituições de ensino, que os veículos parados foram inspecionados.  E ressaltou que o objetivo da operação, que deve passar por vários municípios de Goiás, é checar as condições dos veículos para combater irregularidades que provocam acidentes. “O que surpreende a PRF é que no início do período escolar de 2019, esta operação reprovou metade dos veículos fiscalizados em Anápolis, a expectativa era que esses números fossem reduzidos”, declarou a instituição policial.

*Leicilane Tomazini é integrante do programa de estágio do convênio entre Ciee e Mais Goiás, sob orientação de Hugo Oliveira