Embriaguez ao volante

PRF autua 32 motoristas e prende outros 16 por embriaguez, em Anápolis

Blitz foi realizada devido a vários shows sertanejos que ocorriam em um parque agropecuário às margens da rodovia; multa é de quase 3 mil


Thaynara Cunha

Do Mais Goiás | Em: 18/03/2019 às 14:52:42


(Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) autuou 32 motoristas e prendeu outros 16 por embriaguez ao volante durante blitz realizada na madrugada deste domingo (17), na BR-153, em Anápolis. Segundo o inspetor da corporação, Newton Morais, a ação foi realizada em parceria com a Delegacia de Trânsito da Polícia Civil e o Juizado da Infância e da Juventude de Anápolis.

A blitz foi realizada em razão da ocorrência de um evento com vários shows sertanejos em um parque agropecuário situado às margens da rodovia. Os motoristas  seriam de diversas cidades do interior de Goiás e alguns de Brasília.

“O objetivo da ação era impedir que pessoas em situação de embriaguez fossem impedidas de dirigir para evitar que acidentes ocorressem a caminho ou na saída do evento. É comum às vezes flagrarmos condutores praticando irregularidades como menores conduzindo o veículo, o não uso do cinto de segurança, a embriaguez e, até mesmo, condutores inabilitados”, salienta.

Segundo Newton, ao todo foram realizados mais de 150 testes durante três horas.  Neste período, 16 pessoas foram presas, sendo 15 por embriaguez e um por porte ilegal de arma de fogo. Também foram detectadas 122 infrações de trânsito. Somente neste final de semana 51 motoristas foram autuados por embriaguez em Goiás.

Os motoristas que tiveram as documentações apreendidas por embriaguez ao volante começaram a buscá-las já no início desta manhã na Unidade Operacional da PRF, localizada no KM 85 da BR 060. Para levar a Carteira de Habilitação os condutores deverão ser submetidos novamente ao teste de bafômetro.

Além da multa de R$ 2.934 por embriaguez ao volante, os infratores vão responder administrativamente e penalmente pelas irregularidades cometidas.

*Thaynara da Cunha é integrante do programa de estágio do convênio entre Ciee e Mais Goiás, sob orientação de Thaís Lobo