PRF apreende 600 kg de queijo impróprio para o consumo, em Uruaçu

Pela carga, o dono teria pago R$ 7 mil; a principal suspeita e de que o queijo seria distribuído em supermercados e padarias em Goiânia e Anápolis.


Thaynara Cunha
Do Mais Goiás | Em: 29/03/2019 às 15:19:10

Dono da carga teria alegado que o produto seria levado para alimentar porcos, em Ceres  (Foto: Divulgação / PRF)
Dono da carga teria alegado que o produto seria levado para alimentar porcos, em Ceres (Foto: Divulgação / PRF)

Uma carga contendo 600 kg de queijo estragado foi apreendida, na madrugada desta quinta-feira (28), na BR-153, próximo ao município de Uruaçu. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a carga era levada na carroceria de uma Toyta Hilux e coberta apenas por uma lona de plástico.

Como a carga não era transportada em um veículo refrigerado, os agentes perceberam que grande parte exalava mau cheiro, estava com coloração atípica, em estado de putrefação. Além dos mosquitos.

O condutor da caminhonete, um jovem de 22 anos, afirmou ter comprado a mercadoria de pequenos produtores da zona rural do município de Campinorte, a 302 quilômetros de Goiânia. A intenção era de levar o carga para alimentar porcos, em Ceres. Pela carga, o condutor pagou pelo laticínio aproximadamente R$ 7 mil.

Contudo, a principal suspeita da PRF é que a carga seria distribuída em supermercados e padarias de Goiânia e Anápolis. Uma equipe da Vigilância Sanitária foi acionada para verificar o produto e o classificou como impróprio para o consumo. O veículo e a carga foram apreendidos.

O condutor foi preso e encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil de Uruaçu, que investigará o caso.

(Foto: Divulgação / PRF)

(Foto: Divulgação / PRF)

(Foto: Divulgação / PRF)

(Foto: Divulgação / PRF)