Cultura

Previsão de obras provoca adiamento por tempo indeterminado de eventos do CCON

Apesar da definição de que as apresentações da Orquestra Filarmônica serão transferidas, o futuro de exposições artísticas que estavam agendadas permanece incerto




A perspectiva do início das obras no Centro Cultural Oscar Niemeyer (CCON) para abril deste ano provocou o adiamento, por tempo indeterminado, de eventos que já estavam agendados para o local. Três exposições de arte que estavam previstas para este primeiro semestre e outras três previstas para o segundo semestre estão, por enquanto, sem novas datas para acontecer.

Anteriormente, estavam agendadas até junho deste ano mostras dos artistas Frei Confaloni, Juliano Morais e Valdir Zwetsch. De julho a dezembro seria a vez de Selma Parreira, Kboco e Tai. Até o momento, a Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esporte (Seduce) não definiu se esses eventos terão condições de ser realizados concomitantemente às obras, se serão transferidos para outros locais ou se só serão realizados com a reabertura completa do espaço.

Apesar de a secretária Raquel Teixeira ter se reunido com o presidente do tribunal de Contas do Estado (TCE), Kennedy Trindade, para discutir a possibilidade de transferência dos eventos para aquele local, o assunto ainda não chegou a ser debatido internamente na secretaria, assim, as indefinições persistem. Atualmente, os departamentos jurídicos dos dois órgãos estão analisando a viabilidade do acordo.

As únicas programações cujos destinos já foram definidos são as apresentações da Orquestra Filarmônica de Goiás, que deveriam acontecer no Palácio da Música do CCON neste primeiro semestre e, agora, serão transferidas para o Teatro Goiânia e Basileu França. Além disso, o Festival Bananada, agendado para maio na esplanada do CCON, deve ocorrer normalmente no local.

O futuro das demais programações deve ser definido somente após a escolha da empresa que executará as obras no centro cultural, o que deve ocorrer na terceira semana de fevereiro. A agenda deve ser definida com base no tempo previsto para a realização das obras, e em que momento e por quanto tempo cada uma das dependências deverá permanecer interditada. A incerteza recai, inclusive, sobre o uso da esplanada para o lazer, já que o local também será reformado.

Segundo a assessoria de imprensa da Agência Goiana de Transportes e Obras (Agetop), a licitação para as obras — com valor previsto de R$ 8,9 milhões — está sendo preparada e ainda não há nenhum tipo de cronograma definido. Está decidido, porém, que passarão por reformas o prédio administrativo, o monumento, o palácio da música, a galeria/cinema, o museu e o Memorial de Especificações de Prevenção e Detecção de Incêndio.

Conforme a pasta, as dependências serão fechadas por etapas durante a reforma, o que, em tese, possibilitaria a manutenção de programação no espaço, ainda que de forma reduzida.

Confira os detalhes da reforma:

PRÉDIO ADMINISTRATIVO

Revisão das instalações de energia elétrica e água

Impermeabilização das cortinas do subsolo

Substituição de portas, piso e forro danificados;

Reparos na pintura

MONUMENTO

Revisão das instalações de energia elétrica e água

Impermeabilização e restauração das paredes com infiltrações/trincados

Substituição do piso em carpete por piso tipo amadeirado e de granitina por piso em porcelanato.

Revestimento com piso tipo amadeirado com rodapé no auditório.

PALÁCIO DA MÚSICA

Revisão das instalações de energia elétrica e água

Impermeabilização das cortinas do subsolo e da laje do espelho d’água

Substituição de portas danificadas

Troca do revestimento interno da cúpula por revestimento anti-chama

Execução de proteção nas paredes e cortinas da área de eventos

GALERIA/CINEMA (subsolo do Museu e Administração)

Revisão das instalações de energia elétrica e água

Impermeabilização de cortinas do sub-solo

MUSEU

Revisão das instalações de energia elétrica e água

Impermeabilização das cortinas do sub-solo

Substituição do forro

Revestimento de piso em porcelanato amadeirado substituindo o carpete.

Memorial de Especificações de Prevenção e Detecção de Incêndio

Será instalado Sistema de Detecção de Alarme de Incêndio (SDAI)