Quebra de acordo

Prestadora de reparos na iluminação pública de Goiânia suspende serviços por falta de pagamento

De acordo com a empresa, dívida já passa dos R$ 5,7 milhões


Joao Paulo Alexandre
Do Mais Goiás | Em: 18/12/2017 às 11:07:48

Citelum declarou insustentabilidade na continuidade das prestações dos serviços (Foto: Divulgação)
Citelum declarou insustentabilidade na continuidade das prestações dos serviços (Foto: Divulgação)

Goiânia pode sofrer com a falta de reparos na iluminação pública do município. Isso porque a Citelum (Citeluz Serviços de Iluminação Urbana S/A), detentora do contrato para a realização de serviços de correção e prevenção na iluminação das vias da cidade, está suspendendo as atividades devido ao não cumprimento do acordo por falta de pagamento.

De acordo com a empresa, o contrato número 016/2016 foi assinado no final de 2016 e a dívida da prefeitura se arrasta desde o vencimento da primeira parcela do acordo, que ocorreu no dia 13 de fevereiro. No total, são seis parcelas, que somadas dão mais de R$ 5,7 milhões.

A notificação foi encaminhada para a prefeitura na última sexta-feira (15), por meio do Tribunal de Contas dos Município (TCM) sobre a decisão tomada pela empresa e cobrando o valor da dívida, mas, de acordo com a empresa, nenhuma posição da administração municipal foi repassada até agora.

A empresa ainda informou que a prefeitura teve prazo de 48 horas para a regularização. A Citelum alegou que a decisão foi tomada diante a insustentabilidade da situação perante do tempo de atraso e o alto valor da dívida.

O Mais Goiás entrou em contato com a prefeitura de Goiânia que, por meio da assessoria de comunicação, negou ter recebido alguma notificação da Citelum, mas confirmou que o pagamento do débito será realizado nesta semana, mas não sinalizou dia específico.

Também entramos em contato com o TCM para a confirmação do recebimento da notificação, mas não obtivemos retorno até a publicação desta matéria.