Falsos dentistas

Presos quatro dentistas práticos

Falsos profissionais atendiam em locais insalubres, que foram interditados pela Vigilância Sanitária





//

Uma operação em conjunto entre a Polícia Civil, o Conselho Regional de Odontologia e a Vigilância Sanitária culminou com a prisão de quatro pessoas que sem estudo e registro atendiam como se fossem dentistas na Grande Goiânia. Medicamentos vencidos e a insalubridade dos locais que funcionavam como consultórios chamaram a atenção dos envolvidos na operação.

Em Goiânia foram presos José Rodrigues Tavares, que atendia no Bairro Goiá, Alair Roberto de Paiva, que tinha um consultório no Jardim Caravelas e Marcos da Cruz Rosa que atuava no Jardim Nova Esperança. Jessé Moreira Santos foi preso em um consultório no Parque Trindade 1, em Aparecida de Goiânia.

Os quatro tiveram os consultórios interditados pela Vigilância Sanitária e foram autuados por exercício ilegal da odontologia.

O crime, tipificado no artigo 282, tem punição de seis meses a dois anos de reclusão, pena que segundo o titular da Delegacia de Defesa do Consumidor, Delegado Eduardo Prado, incentiva a reincidência. “O falso dentista sabe que não vai ficar preso, daí ele sai daqui e volta a atuar. De qualquer maneira estamos atentos e não daremos sossego pra essa turma, e se for preciso autuaremos mais duas, três, quatro vezes ou o tanto que se fizer necessário”, destacou.

Para o Presidente do Conselho Regional de Odontologia. Gean Jacques Rodrigues, além de pagar praticamente o mesmo preço que cobra um profissional formado, quem procura um dentista prático corre o risco de contrair graves infecções, como sífilis, hepatite e até aids. “Encontramos material que não se usa desde 2008, sem falar em agulhas e instrumentais que sequer eram esterilizados”.

Além de fechar os consultórios, a vigilância sanitária apreendeu todo o material que era usado nos tratamentos. Alair Roberto responderá também por posse ilegal de armas, uma vez que na casa onde funcionava o consultório dele os policiais apreenderam um revólver calibre 38 com seis munições.