Confessou

Preso suspeito de roubar carros de mulheres com uso de violência em Goiânia

Em vídeo gravado pela Rotam, homem admite ter praticado os delitos sob efeito de drogas. Ele abandonou os carros, mas vendeu pertences que estavam nos respectivos interiores dos veículos

Cidades

Rafael Oliveira
Do Mais Goiás | Em: 18/10/2019 às 11:50:12

Rodolfo Moraes foi preso por roubar dois veículos e lamentou as vítimas se machucarem (Foto: Rotam-GO)
Rodolfo Moraes foi preso por roubar dois veículos e lamentou as vítimas se machucarem (Foto: Rotam-GO)

A Ronda Ostensiva Tático Metropolitana (Rotam) prendeu na noite de quinta-feira (17) Rodolfo Silva Moraes, de 34 anos, suspeito de roubar de dois veículos em Goiânia. Sob efeito de drogas, ele, segundo a corporação, vendeu pertences das vítimas que estavam nos carros e depois os abandonou. Em vídeo gravado pela Rotam, num discurso confuso sobre estar preso em algum lugar e medo de morrer, o autor confessou os crimes e lamentou ter machucado as vítimas.

Segundo o Tenente Daniel Rezende, os policiais encontraram o suspeito em casa, no Setor Alto do Vale, após o recebimento de denúncias anônimas. Em breve entrevista, o indivíduo confessou o roubo do veículo VW UP branco, no Setor Sul, na quarta-feira (16) e levou a equipe ao local onde abandonou o carro.

O roubo do VW UP aconteceu na porta de um supermercado. A proprietária do veículo foi surpreendida por Rodolfo enquanto mexia no celular. Ele entrou no carro pela porta do passageiro e obrigou a mulher a deixar o veículo. Quando empreendeu fuga, acabou atropelando dois funcionários do supermercado que tentaram ajudar a dona do carro.

O autor também confessou o roubo do veículo Ford Ka, na sexta-feira (11), no Setor Pedro Ludovico, Goiânia, onde também agiu com violência contra uma mulher e atropelou, em seguida, outras pessoas que tentaram evitar a ação. Os crimes foram registrados por câmeras de segurança, que demonstraram a violência com que Rodolfo praticou os delitos.

No vídeo gravado pela Rotam, o autor afirmou que a dona do Ford Ka tentou segurá-lo, por isso a agrediu. Apesar da proprietária do VW UP não reagir ao assalto, ela teve ferimentos pelo corpo como resultado da agressão do autor.

“Estava sob o efeito de drogas e abstinência e estava com medo de me matarem, mas depois abandonei os veículos”, disse Rodolfo à polícia, num discurso confuso dando a entender que estava preso antes de praticar os roubos.

Do VW UP, o autor vendeu as compras da vítima, que estavam no porta-malas, para comprar drogas e do Ford Ka vendeu o estepe e a cadeirinha de bebê, amarrada no banco traseiro. “A dona do veículo [Forda Ka] tentou me segurar e quando ela saiu ela acabou caindo e infelizmente se machucou”, respondeu o autor.

Diante dos fatos, o autor foi encaminhado à Central Geral de Flagrantes, onde foi autuado pelo crime de roubo.

Tópicos