Superstição

Preso suspeito de matar usando tênis como “amuleto” em Anápolis

Polícia Civil (PC) prendeu um jovem de 25 anos investigado por quatro homicídios em Anápolis a mando de traficantes de droga


Da Redação
Do Mais Goiás | Em: 21/08/2019 às 12:21:08

Homem foi preso e tênis apreendido em caso que investiga homicídios a mando de traficantes (Foto: PC)
Homem foi preso e tênis apreendido em caso que investiga homicídios a mando de traficantes (Foto: PC)

A Polícia Civil (PC) prendeu um jovem de 25 anos por suspeita de cometer quatro homicídios em Anápolis a mando de narcotraficantes. Lucas Vieira, de 25 anos, usava tornozeleira eletrônica quando teria cometido um dos crimes, em maio desse ano. De acordo com a PC, o suspeito usava um tênis vermelho como forma de superstição quando saia para matar.

O homem foi preso pela acusação em dois homicídios e é investigado em outros dois. Um dos crimes, cometido em dezembro de 2018, foi filmado por câmeras de segurança de um supermercado em Anápolis. Outro homicídio foi cometido em maio desse ano, quando Lucas usava tornozeleira eletrônica. As informações foram usadas na apuração.

“Recebemos informações de que o suspeito tinha o hábito de usar um tênis vermelho como uma espécie de amuleto, como uma superstição para cometer os crimes”, disse o delegado Wllisses Valentim, responsável pelo caso.  Uma porção de cocaína foi apreendida com ele.

No vídeo de um dos homicídios é possível ver o autor de disparos de arma de fogo com um calçado vermelho, semelhante ao que foi apreendido na ação de busca a apreensão na casa do suspeito.

Segundo Valentim, o suspeito não revelou se recebeu pagamento para cometer os assassinatos. A investigação aponta que as vítimas foram executadas a mando de traficantes de droga. Lucas Vieira tem antecedentes criminais por receptação e tráfico de drogas, segundo a PC. As vítimas dos casos em que Wllisses é confrontado também tinham envolvimento com o tráfico, apurou a PC.

Tópicos