Do Mais Goiás

Preso suspeito de matar jovem e deixar criança deficiente a tiros em Novo Gama

Crime aconteceu há seis anos no Novo Gama, no Entorno do Distrito Federal, mas suspeitos só foi preso nesta terça-feira (2)

Preso suspeito de matar jovem e deixar criança deficiente com série de tiros
Delegacia do Novo Gama, no Entorno do Distrito Federal (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

A Polícia Civil de Goiás prendeu, nesta terça-feira (2), um homem de 33 anos suspeito de matar um jovem de 12 anos e deixar uma criança, de 10, sem o movimento de uma das pernas. O suspeito teria efetuado uma série de disparos contra um carro no Novo Gama, no Entorno do Distrito Federal.

O crime aconteceu no dia 3 de abril de 2015, há seis anos atrás, e desde então o homem era considerado foragido da Justiça. O delegado Taylon Do Nascimento Brito, responsável pelo caso, disse que o investigado foi preso enquanto era interrogado na delegacia por suspeita de ter cometido outro crime na cidade.

As investigações apontaram que a motivação do crime foi a disputa por tráfico de drogas. O suspeito foi indiciado por homicídio qualificado e nega ter cometido o crime.

O crime

De acordo com a Polícia Civil, sete pessoas estavam em um no carro de passeio quando os criminosos atiraram. As investigações apontam que o alvo dos disparos era um dos ocupantes do veículo, devido uma disputa por tráfico de drogas.

Com os disparos, quatro ocupantes do carro ficaram feridos e um adolescente morreu. A criança que sobreviveu, mas acabou ficando deficiente, foi atingida com um tiro na cabeça.

Até o final da tarde desta quinta-feira (4), o suspeito continuava detido no presídio de Novo Gama. A corporação informou que outro suspeito de envolvimento no crime já havia sido preso em 2015.