Violência

Preso suspeito de matar e carbonizar homem por dívida de drogas em Aragarças

Segundo o delegado a frente o caso, crime aconteceu em maio de 2018. Vítima foi assassinada a facadas e teve seu corpo amarrado e queimado


Joao Paulo Alexandre
Do Mais Goiás | Em: 23/05/2019 às 11:26:59

Homem encontra-se detido no presídio de Aragarças (Foto: Divulgação/PC)
Homem encontra-se detido no presídio de Aragarças (Foto: Divulgação/PC)

Um homem foi preso, na tarde desta quarta-feira (22), suspeito de matar Wanderlei Luiz do Nascimento – conhecido como Garrincha -, de 32 anos, em Aragarças, na divisa com Mato Grosso. Segundo a Polícia Civil (PC), Fabrício Arthur Silvestre de Souza, de 21 anos, teria carbonizado o corpo da vítima após o assassinato.

De acordo com o delegado Ricardo Galvão, o crime aconteceu em maio de 2018. Na ocasião, Wanderlei teria sido morto a facadas por uma dívida de tráfico de drogas no valor de R$ 500. O corpo da vítima foi encontrado amarrado e carbonizado no dia seguinte, no Setor Novo Horizonte. Testemunhas afirmaram ter ouvido gritos de socorro.

As informações que levaram à prisão de Fabrício foram concedidas por um menor, que confessou participação no homicídio e concordou em dar detalhes do ocorrido.  “Fabrício está detido na cadeia e nega os crimes. Ele utilizou o seu direito de se manter em silêncio. Tentaremos ouvi-lo novamente para mostrar todas as dinâmicas que conseguimos levantar nas investigações”, destaca Ricardo.

O delegado conta que o menor não se encontra detido por estar colaborando com as investigações. Porém, afirma que a internação do mesmo menor já foi solicitada. Inicialmente, Fabrício responderá por homicídio qualificado e ocultação de cadáver. O menor também foi autuado por atos infracionais análogos aos referidos crimes.