Do Mais Goiás

Preso homem que torturou cachorro para ameaçar ex-companheira em Valparaíso

Suspeito não se conformava com o fim do relacionamento entre ele e a mulher

Cão diante de ferramenta incandescente - Homem torturou cachorro com ferro quente para ameaçar a ex-companheira, pois ele não se conformava com o fim do relacionamento
Preso homem que gravou vídeo queimando cão para ameaçar ex-companheira em Valparaíso (Foto: Reprodução - PC)

A Polícia Civil prendeu um homem que torturou cachorro com ferro quente para ameaçar ex-companheira em Valparaíso de Goiás. O detido gravou um vídeo em que aparece esquentando a ferramenta no fogão, proferindo ameaças e queimando o animal na sequência. Ele não aceita o fim do relacionamento.

De acordo com a Polícia Civil, a gravação foi feita no fim de janeiro deste ano. No entanto, a prisão preventiva do suspeito só aconteceu nesta terça-feira (14). Crime ganhou repercussão depois que o vídeo viralizou na internet.

Em uma das gravações, o suspeito mostra a chave de fenda incandescente e ameaça a mulher por ela estar distante dele. Em seguida, queima o animal que estava deitado no chão, como consequência da ausência da mulher. “Tá vendo a cor disso aqui? Como tu tá longe… (sic)”, diz ele no vídeo.

Ainda nas imagens, é possível ouvir o cão chorar de dor com a queimadura. De acordo com a polícia, o animal pertencia ao casal, mas, após as violências passou a ficar apenas com a mulher.

As gravações não serão veículadas pelo Mais Goiás.

Homem que torturou cachorro com ferro quente para ameaçar ex-companheira descumpriu medida protetiva

Segundo os investigadores, a mulher registrou o caso e requereu medidas protetivas de urgência no final de semana em que o crime aconteceu. Mesmo assim, o homem teria descumprido as medidas ao entrar em contato com a vítima pelo Facebook.

Preso homem que gravou vídeo queimando cão para ameaçar ex-companheira em Valparaíso

A Polícia Civil prendeu um homem após ele gravar um vídeo queimando um cachorro com uma chave de fenda quente, em Valparaíso de Goiás (Foto: Reprodução – PC)

Por esse motivo, os policiais conseguiram solicitar à Justiça a prisão preventiva do homem. Porém, assim que soube da possibilidade de ser preso, o suspeito deixou a cidade de Valparaíso de Goiás.

Os agentes não souberam dizer onde o investigado teria se escondido.

Suspeito fugiu da cidade para não ser preso, mas, foi preso quando voltou

De acordo com a investigação, meses depois de fugir, o suspeito voltou à cidade. Assim, a polícia conseguiu localizá-lo e cumprir o mandado de prisão.  Durante o interrogatório, o homem se manteve em silêncio. Agora, ele está preso no presídio de Valparaíso, à disposição da Justiça.

O Mais Goiás não conseguiu contato com a defesa do investigado e nem com a vítima, já que o nome deles não foi divulgado.

*Larissa Feitosa compõe programa de estágio do Mais Goiás sob supervisão de Hugo Oliveira.