Hugo Oliveira
Do Mais Goiás

Preso empresário que financiava tráfico interestadual de drogas

Por mês, quadrilha trazia uma tonelada de insumos e cocaína do Mato Grosso do Sul para Goiás

Sete suspeitos de integrar uma quadrilha interestadual de tráfico de drogas, entre eles um grande empresário de Goiânia, foram presos durante uma operação desencadeada pela Delegacia Estadual de Repressão aos Narcóticos nesta quinta-feira (23). Outros sete suspeitos de compor a organização criminosa, que segundo a polícia trazia mensalmente uma tonelada de insumos e drogas para Goiânia, estão sendo procurados. As identidades não foram reveladas.

De acordo com as investigações iniciadas há um ano, o grupo, que tem como principal agenciador um “grande empresário de Goiânia”, o qual trazia, do Mato Grosso do Sul, insumos, agrotóxicos e cocaína. Em Goiânia, os material era revendido a grandes traficantes e geravam um lucro mensal de R$ 1 milhão à quadrilha. Assista ao momento em que o suposto mentor foi preso:

Batizada de Avaritia, que significa cobiça, em Latim, a operação cumpriu 34 mandados de busca e apreensão. “Nós apuramos que cada viagem para a compra dos insumos e da droga custava, em média, R$ 200 mil, dinheiro esse fornecido por um grande empresário, tratado por nós como cabeça da organização. Junto com a cocaína e os insumos, eles traziam também pacotes de agrotóxicos para tentar burlar a fiscalização, caso o carregamento fosse abordado na estrada”, destacou o delegado Eduardo Gomes, adjunto da Denarc.

A polícia chegou até o grupo após a descoberta de alguns laboratórios que estavam refinando drogas em Goiânia. “Em pelo menos deles nós descobrimos que os insumos haviam sido fornecidos por essa quadrilha”, concluiu o delegado.

Eduardo explica que os nomes não foram revelados porque a investigação ainda não foi concluída. O desfecho, porém, será divulgado em coletiva prevista para esta sexta-feira (24).