Preso com tornozeleira invade casa e estupra proprietária em Goiânia

PCl localizou o autor do crime por meio de sistema de monitoramento da tornozeleira eletrônica. Ele foi detido em uma festa que ocorria nas proximidades da residência da vítima

Um homem de 23 anos, que usava tornozeleira eletrônica, foi preso suspeito de invadir uma casa e estuprar a dona do imóvel, de 32 anos (Foto: Reprodução)

Um homem de 23 anos, que usava tornozeleira eletrônica, foi preso suspeito de invadir uma casa e estuprar a proprietária, 32. O crime ocorreu em Goiânia, na tarde do último sábado (23) e o autor foi detido em uma festa nas proximidades da residência da vítima, horas após o delito.

De acordo com a delegada Paula Meotti, por volta das 13h de sábado, o suspeito foi até a casa da vítima e bateu no portão do imóvel. Quando a mulher saiu, o homem se aproximou dela e a ameaçou com uma faca.

Conforme expõe a investigadora, o homem obrigou que a mulher entrasse novamente na residência e praticou o crime. Ele ainda desferiu um tapa no rosto da vítima antes de fugir do local.

Após o crime, a mulher foi até a delegacia e denunciou o ocorrido. No local, ela disse que não conhecia o autor, mas que percebeu que o homem usava tornozeleira eletrônica. “Depois da informação da vítima, fizemos um levantamento e apuramos pelo sistema de monitoramento que somente um detento com o uso da tornozeleira havia passado pela região da casa da vítima”, explicou Meotti.

Segundo a delegada, o suspeito foi localizado horas após o crime em uma festa nas proximidades da casa da vítima. “Depois de ser detido, o homem foi colocado com outras pessoas e a vítima o reconheceu de imediato”.

O homem, que já possui passagens por roubo e estelionato, foi preso em flagrante e autuado pelo crime de estupro cuja pena varia entre 6 e 10 anos. Ele se encontra detido na Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam) na capital à disposição do Judiciário.