Bonnie e Clyde

Preso casal suspeito de série de roubos a residência na Grande Goiânia

Vinícius Sousa e Géssica Campos eram conhecidos como Bonnie e Clyde do Cerrado, apelido atribuído em alusão ao casal de criminosos americanos que ficaram famosos na década de 1930


Hugo Oliveira
Do Mais Goiás | Em: 23/05/2019 às 12:03:32

Vinícius e Géssica, segundo a polícia, são suspeitos de roubar pelo menos 20 residências (Foto: divulgação/PC)
Vinícius e Géssica, segundo a polícia, são suspeitos de roubar pelo menos 20 residências (Foto: divulgação/PC)

“Jovens, audaciosos e extremamente violentos”. Assim o delegado Carlos Levergger, titular do 2º Distrito Policial de Aparecida de Goiânia classificou o casal Vinícius Sousa Gama e Géssica Campos de Morais, ambos de 22 anos, que foram presos preventivamente esta semana suspeitos de roubar, somente este ano, mais de 15 residências na Grande Goiânia.

Ao menos seis vítimas, segundo Leevergger, já reconheceram o detidos. Ambos são conhecidos pela agressividade e já desferiram golpes, inclusive, contra crianças. Conforme expõe Levergger, as suspeitas são de que o casal tenha invadido pelo menos 20 residências nos últimos meses.

Jéssica e Vinícius receberam os respectivos apelidos de Bonnie e Clyde do Cerrado, em referência ao casal de bandidos norte-americanos que ficaram famosos após realizarem assaltos em série na década de 1930 (foto). A história dos originais chegou aos cinemas em 1967. A ideia para a alcunha surgiu depois que uma das vítimas fez a associação entre as mencionadas duplas.

Bonnie e Clyde, em meados de 1932 (Foto: reprodução/Hypeness)

Roteiro e prisão

Os namorados tinham um roteiro para executar os crimes. De acordo com o delegado, eles saíam no início da noite à procura de vítimas em potencial, de preferência, aquelas que estivessem chegando em casa, abrindo o portão. “Eles abordavam com arma de fogo, trancavam as vítimas em um dos cômodos e roubavam tudo o que conseguiram”.

Em uma residência alugada pelo casal, no Setor Morada dos Sonhos, em Goiânia, os agentes do 2º DP de Aparecida de Goiânia encontraram dois veículos roubados, seis celulares, documentos de vítimas e vários eletrodomésticos. “Eles roubavam de panelas a eletroeletrônicos caros e sempre fugiam nos veículos das vítimas”, relatou.

A polícia teve dificuldades para localizar o casal, uma vez que eles não possuíam residência fixa. Vinícius Sousa foi preso em uma oficina mecânica, enquanto a namorada foi detida na casa de um parente. Eles responderão por roubo qualificado por concurso de armas de fogo e concurso de pessoas. A polícia quer saber agora se a dupla atuava com auxílio de outras pessoas.