DIH

Preso autor de triplo homicídio ocorrido em abril

Werley Henrique, segundo a polícia, matou a ex namorada e outras duas pessoas após ela terminar o relacionamento, e ficar com o ponto de venda de drogas do casal


Bárbara Zaiden
Do Mais Goiás | Em: 27/06/2019 às 19:17:27

Werley Henrique Camilo Araújo foi preso na tarde desta quinta-feira (27) por militares do Grupo de Intervenção Rápida Ostensiva (Giro)
Werley Henrique Camilo Araújo foi preso na tarde desta quinta-feira (27) por militares do Grupo de Intervenção Rápida Ostensiva (Giro)

O fim do relacionamento e o fato de ficar com os bens do casal, incluindo um ponto de venda de drogas, segundo a polícia, motivaram, no último dia 14 de abril, o assassinato de Elizângela de Souza Santos Ramos, e de outras duas pessoas que estavam com ela dentro de uma casa no Setor Alto do Vale, em Goiânia. Apontado como autor do triplo homicídio, o ex namorado de Elizângela, Werley Henrique Camilo Araújo foi preso na tarde desta quinta-feira (27) por militares do Grupo de Intervenção Rápida Ostensiva (Giro), e agentes da Delegacia Estadual de Investigações de Homicídios (DIH).

Werley foi localizado depois que equipes do Giro prenderam um suspeito de tráfico que seria parceiro dele na venda de drogas, e que, no momento da abordagem, estava com várias porções de crack, um revólver calibre 32, e uma balança de precisão. Quando foi encontrado, Werley também tinha, dentro de casa, porções de maconha, crack, balança de precisão, e uma moto Honda Biz roubada.

Para a delegada Marcela Orçai, adjunta da DIH, não há dúvidas de que Werley é o autor do triplo homicídio. “A Elizângela brigou depois que descobriu que um carro do casal, comprado com dinheiro proveniente do tráfico, estava sendo usado pelo Werley para cometer assaltos, e se revoltou quando soube que ele havia roubado mais de R$ 80 mil de um casal de idosos, ocasião em que ela temrinou o relacionamento, e ficou com o veículo, e também com o ponto de venda de drogas que eles mantinham juntos”, relatou.

Inconformado com o fim do relacionamento, e também por descobrir que a ex mulher estava morando com Rodrigo Flores Rocha, Werley, ainda segundo a delegada, invadiu a casa junto com outro comparsa e matou o casal, e Edson Lopes Alvin. Apontado como co autor do triplo homicídio, Davi Pereira da Silva foi preso no último dia seis de junho, e atualmente encontra-se recolhido na Casa de Prisão Provisória (CPP), no Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia. A DIH ainda tenta identificar um terceiro participante, que teria dirigido o carro em que Werley e Davi fugiram logo após o triplo homicídio.