Do Mais Goiás

Preso assaltante envolvido na morte de PM em Anápolis

Jarbas Bezerra era quem dirigia o carro usado pelos dois criminosos que também acabaram mortos no tiroteio em pamonharia


//

Procurado desde a madrugada de segunda-feira (01/02), Jarbas Augusto Bezerra Dias, de 27 anos, foi preso no início da manhã desta quarta-feira (03/02) em um setor de chácaras de Anápolis, a cerca de 55 quilômetros de Goiânia.

De acordo com a polícia, ele faz parte da quadrilha que roubou na noite de domingo (31/01) uma pamonharia naquela cidade, crime que terminou com a morte de dois bandidos e de um subtenente da Polícia Militar que estava de folga.

Já com passagens por ameaça, desacato, resistência, tráfico de drogas, estelionato, furto e roubo, Jarbas Augusto foi quem levou em um Celta de cor preta os dois assaltantes que renderam clientes da Pamonharia JL, na Vila Santa Maria de Nazaré, em Anápolis, por volta das 22h30 do último domingo.

No momento em que os bandidos pediram a carteira do subtenente Sérgio Rodrigues Souza Vaz, de 42 anos, que estava sem farda, e lanchando com a namorada no local, o PM reagiu e conseguiu atingir os dois assaltantes, mas também foi baleado e morreu dentro da pamonharia.

O assaltante Paulo de Jesus Ferreira, de 15 anos, morreu na entrada do estabelecimento. Já o outro comparsa, Gabriel dos Santos Oliveira, ainda fugiu correndo a pé, mas foi encontrado sem vida na porta de uma distribuidora de bebidas no mesmo setor. Ao perceber os comparsas baleados, Jarbas fugiu no Celta preto.

Quando localizado na manhã de hoje, ele confessou participação no roubo, mas afirmou que apenas Paulo de Jesus era quem estava armado. Responsável pelas investigações, o delegado Daniel Nunes, titular do 5º Distrito Policial de Anápolis disse que pretende ouví-lo novamente para descobrir se um quarto criminoso teria participado do latrocínio (roubo seguido de morte), como foi ventilado por algumas vítimas.