Presidente do PP Goiás, Baldy não nega possibilidade de aliança com Caiado

"Estamos discutindo qual o melhor projeto e teremos diálogo com todos"

Pepistas se sentem
Pepistas se sentem "abandonados" pela direção do partido em Goiás (Foto: Reprodução / Facebook)

O presidente do Progressistas (PP) em Goiás, Alexandre Baldy, não nega a possibilidade de uma aproximação com o DEM do governador Ronaldo Caiado para as eleições de 2022. “O PP é um partido que tem projeto. É de diálogo. Estamos discutindo qual o melhor projeto e teremos diálogo com todos”, revelou sem bater o martelo.

O progressista e o governador devem se encontrar em Anápolis, nesta terça-feira (27), durante entrega da Comenda Gomes de Souza Ramos, parte da celebração do aniversário de 114 anos da cidade.

Neste momento, Baldy está em Brasília. Ele levará para o evento o presidente da Câmara Federal, Arthur Lira (PP-AL).

Vale lembrar, em maio deste ano Alexandre Baldy confirmou ao Mais Goiás que tem o desejo de disputar o Senado, em 2022. Na época, ele havia se encontrado com o ex-presidente Michel Temer (MDB), junto com o prefeito Anápolis, Roberto Naves (PP), em São Paulo – onde o progressista é secretário de Transportes Metropolitanos de João Doria (PSDB). A especulação era de uma chapa conjunta com o MDB de Daniel Vilela.

Inclusive, o deputado federal delegado Waldir (PSL) já afirmou que a chapa ideal seria ele próprio ao Senado, com Daniel Vilela (MDB) na disputa ao governo e o vice indicado por Baldy. As articulações, contudo, continuam.