Do Mais Goiás

Presidente do PDT discorda de estratégia de Ciro de atacar Lula, neste momento

Para Carlos Lupi, principal alvo deveria ser o presidente Bolsonaro

Presidente do PDT discorda de estratégia de Ciro de atacar Lula, neste momento
Presidente do PDT discorda de estratégia de Ciro de atacar Lula, neste momento (Foto: Divulgação)

Para o presidente do PDT Carlos Lupi, os ataques do presidenciável da sigla, Ciro Gomes, não são a melhor estratégia, neste momento. Em entrevista ao site O Antagonista, o líder partidário afirma que o principal alvo deveria ser o presidente Bolsonaro (sem partido).

“Mas o Ciro e outros pensam que, ao mesmo, é importante bater também no Lula, para tentar furar esse bloqueio que fica entre os dois. Eu não penso assim. A etapa agora é salvar o Brasil do Bolsonaro”, disse ao site.

Para ele, em um segundo momento seria feito um enfrentamento ao ex-presidente Lula, com a apresentação de um projeto de Brasil. “Mas cada um tem o direito de pensar diferente. É a cabeça dele [do Ciro]. Eu respeito, mas penso diferente.”

Recentemente, ao Valor Econômico, Ciro disse acreditar que Bolsonaro não iria ao segundo turno. “Vamos derrotar Bolsonaro e vou propor mudança. Lula é parte central da corrupção. Lula é o maior corruptor da história moderna brasileira. E não aprendeu nada. Fica na lambança, prometendo a volta de um passado idílico que é mentira”, declarou.

Vale lembrar, no fim de abril, o PDT contratou o jornalista e marqueteiro João Santana para ajudar na área de comunicação do partido com vistas em 2022. Santana foi o responsável pelas campanhas vitoriosas de reeleição de Lula, em 2006, e de Dilma Rousseff em 2010 e em 2014, quando era o marqueteiro oficial do PT.

Lupi, por sua vez, foi ministro do Trabalho de Lula e de Dilma Rousseff.