Cidades

Presidente do Ipasgo volta atrás e derruba cotas para exames

Mais Goiás adiantou com exclusividade o problema gerado aos usuários: limitações de cotas de exames oferecidos por prestadores de serviço


Jairo Menezes

Do Mais Goiás | Em: 24/01/2018 às 21:46:28


(Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

O presidente do Instituto de Assistência dos Servidores Públicos do Estado de Goiás (Ipasgo), Romeu Sussumu Kuabara voltou atrás quanto ao sistema de limitar exames por meio de cotas. O anúncio foi feito nessa quarta-feira (24), no perfil do Instituto no Facebook. Desde que o Mais Goiás publicou o problema que as cotas causavam aos usuários do plano, reclamações aumentaram.

Outros veículos impressos, televisivos, de rádio e web buscaram cobrir o assunto a partir da terça-feira. A pressão foi tão grande que em um dos programas de telejornais, o presidente foi convidado a dar uma entrevista ao vivo, e insistiu em reafirmar serem benéficas as cotas que limitavam ao prestador de serviço a quantidade de exames a fornecer aos pacientes.

Ontem à tarde a reportagem do MG recebeu a informação de que uma equipe do Instituto foi colocada a fazer o estudo o mais rápido possível para dar fim às cotas, pela repercussão negativa causada. Por telefone o presidente negou e afirmou que as cotas seriam mantidas. Às 19h49 aconteceu a publicação oficial.

(Reprodução: Facebook)

RELEMBRE
Pacientes reclamavam da falta de exames oferecidos pelos prestadores de serviço, que passaram a ter cotas oferecidas ao Ipasgo. O Instituto respondeu que a quantidade ofertada era suficiente.