Proposta polêmica

Presidente da CDTC propõe aumento no licenciamento dos carros

Ideia é fazer com que veículos individuais ajudem a financiar o transporte coletivo da região metropolitana


Artur Dias
Do Mais Goiás | Em: 18/06/2019 às 19:07:05

A reunião aconteceu na Câmara Municipal de Goiânia. (Foto: Marina Alice/Câmara Municipal de Goiânia)
A reunião aconteceu na Câmara Municipal de Goiânia. (Foto: Marina Alice/Câmara Municipal de Goiânia)

Donos de veículos particulares devem ajudar a financiar o transporte público. Essa é a ideia do presidente da Câmara Deliberativa do Transporte Coletivo (CDTC) e prefeito de Trindade, Jânio Darrot (PSDB). Ele apresentou a proposta de aumentar o valor de licenciamento dos carros em R$ 67 de todo o Estado de Goiás. O valor seria revertido em melhorias no transporte coletivo da região metropolitana de Goiânia.

A proposta foi apresentada na última segunda-feira (17), durante reunião da CDTC realizada na Câmara Municipal de Goiânia. O encontro foi marcado com o objetivo de apresentar propostas para financiar e gerar melhorias no transporte coletivo.

A reunião contou com a presença de vereadores convidados da capital. Além deles, participou Jeovalter Correia, que apresentou o estudo de viabilidade da proposta de Jânio Darrot.

Para o presidente, a solução pode permitir que a passagem de ônibus fique entre R$ 2,83 e R$ 3,40. “A única solução que podemos encontrar é que o transporte individual financie ou subsidie o transporte público”, disse Jânio. “Com esse licenciamento nós teríamos mais R$ 250 milhões para aplicar no sistema de transporte, como melhorias no transporte, nos terminais e redução da tarifa”.

Divergências

A proposta não agradou o vereador Lucas Kitão (PSL), membro da CDTC pela Câmara Municipal de Goiânia. Ele acredita que as soluções para o transporte coletivo não podem sobrecarregar os cidadãos que possuem veículos particulares.

O vereador acredita que precisam ser criadas outras formas de gerar esse tipo de receita. “Não acho que seja prudente fazer isso no momento de crise que estamos vivendo. As receitas extra tarifárias que vão ajudar o custo do pagamento e investimento do transporte coletivo em Goiânia e Região Metropolitana devem vir da implantação do parquímetro em Goiânia e da exploração publicitária dos terminais e dos ônibus”, disse o vereador.

*Com informações de Câmara Municipal de Goiânia