Confusão

Presa idosa que tentou incendiar carro de vizinho e esfaquear PMs em Aparecida de Goiânia

Para controlar a mulher, os militares precisaram efetuar disparos que acertaram a perna direita da suspeita. Ela vai responder por tentativa de homicídio


Jessica Santos
Do Mais Goiás | Em: 17/06/2019 às 09:50:41

14º DP de Aparecida de Goiânia, onde a idosa se encontra detida. (Foto: Google Street View)
14º DP de Aparecida de Goiânia, onde a idosa se encontra detida. (Foto: Google Street View)

Uma idosa de 66 anos foi presa na noite deste domingo (16) após atear fogo no carro de um vizinho e tentar esfaquear policiais militares (PMs), no Setor Buriti Sereno, em Aparecida de Goiânia, região Metropolitana da capital. A mulher foi levada para o 4º Distrito Policial (DP) do município, onde foi autuada por tentativa de homicídio. Na sequência, ela foi transferida para o 14º DP da cidade, local em que aguarda pela audiência de custódia.

Segundo consta no boletim de ocorrência, uma equipe da Polícia Militar (PM) foi acionada por um morador da região que teve sua camionete S10 atingida pelo fogo. As chamas foram causadas pela idosa, que possui problemas psicológicos. Ao chegarem no local, os policiais encontraram a mulher nos fundos da residência dela com uma faca em punho. Os militares ordenaram que ela largasse a arma, porém, ao invés disso, a mulher tentou atacar o vizinho e os policiais.

Para controlar a idosa, os militares precisaram efetuar disparos, que acertaram a perna direita da mulher. Ao ser alvejada, a autora caiu e largou a faca. Em seguida, foi algemada e socorrida pelo Corpo de Bombeiros. A mulher foi encaminhada à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Parque Flamboyant. Após atendimento, ela foi levada para o 4º DP de Aparecida e transferida para o 14º DP, onde permanece detida e aguarda audiência de custódia.

Conforme relatos de uma testemunha que mora no mesmo imóvel da idosa, a mulher estava descontrolada emocionalmente e agressiva desde a madrugada de sábado (15), quando causou diversos problemas na residência. A PM já havia sido acionada no local por três vezes.