SUPOSTA PARTICIPAÇÃO

Presa babá suspeita de envolvimento na morte de Lilian de Oliveira

Ela teria convencido Lilian a aceitar carona de Ronaldo Rodrigues Ferreira em fevereiro, quando desembarcou de vôo da Colômbia em Goiânia


Hugo Oliveira
Do Mais Goiás | Em: 24/06/2020 às 10:01:09

Duas pessoas foram presas suspeitas de participação na morte da dona de casa Lilian de Oliveira, de 40 anos, que desapareceu no último dia 13 de fevereiro após desembarcar no Aeroporto de Goiânia, vinda da Colômbia. (Foto: reprodução)
Duas pessoas foram presas suspeitas de participação na morte da dona de casa Lilian de Oliveira, de 40 anos, que desapareceu no último dia 13 de fevereiro após desembarcar no Aeroporto de Goiânia, vinda da Colômbia. (Foto: reprodução)

Cleonice de Fátima Ferreira, babá suspeita de envolvimento no homicídio de Lilian de Oliveira, 40, em fevereiro, foi presa pelo Grupo Antissequestro (GAS), da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (Deic), em Pires do Rio, na noite de terça-feira (23). Ela teria convencido Lilian a aceitar carona de Ronaldo Rodrigues Ferreira no dia 13 daquele mês, quando desembarcou de vôo da Colômbia em Goiânia.

Investigadores suspeitam que Cleonice tenha participado no crime para poder ficar com filha de quatro anos que Juscelino tinha com Lilian.

Lilian foi vista pela última vez entrando em uma Fiat Toro digirida por Ronaldo. A PC já apurou que ela foi levada para um laticínio em Santa Cruz de Goiás, onde foi morta a mando do amante Juscelino Pinto da Fonseca, 60. Investigações revelaram que ambos participaram da destruição do cadáver em uma fornalha, na propriedade que é de Juscelino.

Aguarde mais informações