Do Mais Goiás

Prefeitura remove moradores que viviam debaixo de ponte no setor Sul, em Goiânia

Operação retirou 12 pessoas alojadas dentro de um buraco

Depois que o Mais Goiás publicou uma foto que mostrava moradores de rua alojados debaixo da ponte que fica na confluência da rua 243 com a Marginal Botafogo, em Goiânia, a prefeitura iniciou uma operação para remover as pessoas do local.

Havia 12 moradores no buraco, de acordo com agentes da Guarda Civil e das secretarias municipais de Infraestrutura e de Desenvolvimento Social que participaram da ação.

Ao Mais Goiás, o secretário de Desenvolvimento Social e Humano, José Antônio Netto, diz que a remoção foi tranquila e teve participação de profissionais da coordenação de abordagem social. Os assistentes, segundo Netto, ofereceram opções de abrigo e assistência às pessoas que estavam morando dentro do buraco no viaduto, conforme a necessidade de cada um.

“Propusemos o encaminhamento para as casas de acolhida e, em alguns casos, foi proposto também o encaminhamento para a internação e tratamento de dependência química”, informou.

Entretanto, segundo o secretário, apesar de alguns terem se oferecido para comparecerem às casas de acolhida, nenhum dos 12 aceitou efetivamente as opções de abrigo oferecidas.

O Mais Goiás também entrou em contato com o titular da Seinfra, Luiz Bittencourt, que informou que obras de reparo foram feitas para tapar o buraco feito no viaduto. “Foi a remoção dos presentes, dentro de todos os protocolos humanitários, com o objetivo de preservar a integridade física do viaduto e a segurança física das pessoas que estavam ali”, disse.

Ação de abordagem vai continuar

O secretário José Antônio Netto informou ao Mais Goiás que o trabalho de abordagem humanitária a pessoas em situação de rua será contínuo. De acordo com ele, as próximas ações previstas pela coordenação de abordagem social devem ocorrer no setor Campinas e em avenidas de grande movimento, como a Independência.

Porém, o secretário afirmou que todos os locais só serão divulgados assim que o mapeamento estiver concluído.