Prefeitura de Goiânia pode não renovar contrato com a Saneago

Íris Rezende afirmou que não está satisfeito com a prestação de serviços. Outras opções são a municipalização e a abertura de licitação


Da Redação
Do Mais Goiás | Em: 15/10/2019 às 19:27:03

(Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

A prefeitura de Goiânia pode não renovar o contrato de prestação de serviços com a Saneago. A vigência da atual prestação de serviços é 2023,  mas houve uma reformulação para atender uma a série de planos e metas feitas pelo prefeito Íris Rezende (MDB).

Em entrevista ao Jornal O Popular feita no mês de agosto, o prefeito afirmou que estava insatisfeito com a prestação de serviços da estatal. O assunto, segundo ele, seria tratado pessoalmente com o governador Ronaldo Caiado (DEM).

Novo contrato

A reformulação foi concluída pela Agência de Regulação de Goiânia (AGR), mas a decisão de assinar ou não só será tomada em dezembro, de acordo com a assessoria do Paço Municipal. A minuta prevê a regulamentação dos serviços, define o plano de metas e investimentos que deverão ser feitos na cidade.

O Paço comunicou, ainda, que o prefeito analisa a situação e que, caso não haja renovação, existem ainda duas opções: a municipalização ou abertura de uma nova licitação.

Em nota, a Saneago se manifestou sobre o assunto. Leia na íntegra:

Em relação ao novo contrato para prestação dos serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário na Capital, a Saneago informa que ainda está em tratativas com a Prefeitura de Goiânia e com a Agência de Regulação de Goiânia (ARG) e que, por enquanto, não pode dar maiores detalhes sobre o instrumento.

 

*Atualizada às 19h39min do dia 15/10/2019