Alexandre Bittencourt
Do Mais Goiás

Prefeito Roberto Naves ameaça “fechar” Anápolis

Roberto diz que medida será tomada caso taxa de ocupação de UTIs chegar a 90%

Prefeito de Anápolis, Roberto Naves (Foto: Reprodução)

Em vídeo gravado nesta sexta-feira (assista no fim da matéria), o prefeito de Anápolis, Roberto Naves (PP), avisa que vai “fechar a cidade” se a taxa de ocupação de leitos de UTI destinados a covid-19 no município chegar a 90%. Hoje, a taxa está em 80% e em crescimento. 

“Se chegar em 90%, a cidade vai ser fechada. Vai funcionar pronto-atendimento, farmácia, supermercado e vamos manter, com capacidade reduzida, a linha de produção das empresas. O resto tudo vai ser fechado. A população precisa ter consciência disso. Eu não vou permitir que, por causa de irresponsáveis, que a gente perca dezenas de pessoas da cidade”, afirma Roberto.

“A realidade é bem diferente daquela que a maioria da população pensa que existe. Em momento nenhum da pandemia, tivemos 80% dos leitos ocupados. Posso dizer que, nesta manhã, dos 50 leitos, mais de 40 já estão ocupados. Ou seja: continuando assim, dentro de uma semana não teremos mais leitos para atender a nossa população”, completa.

O prefeito diz que conseguiu, meses atrás, contratar 15 leitos de UTI em Goiânia para atender a população de Anápolis. E que, se não fossem esses leitos na Capital, já havia pacientes anapolinos a morrer na fila de espera. “Não tem brincadeira nisso. Em momento nenhum da pandemia,  enfrentamos uma situação tão crítica quanto a que estamos enfrentando agora”, avisa Roberto. “Discurso contrário às restrições é muito bonito. Mas quando fizer discurso contrário às restrições, fica o meu convite. Vamos lá dentro da UTI ver o que está acontecendo”. 

Assista ao vídeo na íntegra: