Bate-boca

Prefeito e vereador de Caldas Novas trocam ofensas: ´Mentiroso e vagabundo’

Desentendimento ocorreu durante visita do secretário da Saúde, Ismael Alexandrino, na cidade. Discussão foi apartada pelo deputado Amary Ribeiro (PRP)


Joao Paulo Alexandre
Do Mais Goiás | Em: 15/08/2019 às 19:32:19

O prefeito de Caldas Novas, Evandro Magal (PP), e o vereador Léo de Oliveira (PPL) discutiram em uma unidade de saúde (Foto: Naf Gomes)
O prefeito de Caldas Novas, Evandro Magal (PP), e o vereador Léo de Oliveira (PPL) discutiram em uma unidade de saúde (Foto: Naf Gomes)

O prefeito de Caldas Novas, Evandro Magal (PP), e o vereador Léo de Oliveira (PPL) se envolveram em uma discussão que quase terminou em agressão, na tarde desta quinta-feira (15). Em vídeo (veja abaixo), o chefe do Executivo municipal chama o parlamentar de “mentiroso” e “vagabundo“. O desentendimento aconteceu durante visita do secretário de Saúde, Ismael Alexandrino, à cidade.

Ao Mais Goiás, o parlamentar de oposição conta que conversava com o titular da pasta sobre questões do credenciamento de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) ao Sistema Único de Saúde (SUS). Léo destaca que essa foi uma das promessas de campanha do atual prefeito e que não teria sido cumprida. Toda a confusão foi dentro de Pronto de Atendimento Infantil (PAI) da cidade.

“Ele fez uma parceira com um hospital particular, que ofereceu dez UTIs, mas ele não consegue bancar. Banca mal uma. Ele está devendo dois meses para o hospital. Eles me confirmaram. Eu não sou mentiroso. As pessoas para conseguir serem internadas têm que implorar em redes sociais, virem em gabinete de vereador. Uma humilhação total. Eu estava pedindo o secretário para colocar essas UTIs particulares pelo SUS para atender todo mundo”, destaca o parlamentar.

O vereador destaca que se surpreendeu com a chegada do prefeito e que ele ainda teria tumultuado o local. Na gravação, Evandro alega que o parlamentar estaria mentindo. “Você não está falando a verdade e eu não vou ouvi isso aqui calado. O senhor é mentiroso! (3x) . E vagabundo!”, esbraveja o prefeito. Um aponta o dedo no rosto do outro e a discussão é apartada pelo deputado Amaury Ribeiro (PRP), que também estava na visita.

O Mais Goiás tentou contato com a Prefeitura da cidade, mas nossas ligações não foram atendidas. O espaço segue aberto para pronunciamento sobre o assunto, caso haja interesse.

Assista ao momento da discussão: