Operação Recomeço

Prefeito da cidade de São Simão é preso em operação da Polícia Federal

O prefeito é suspeito de envolvimento em um esquema fraudes em licitações e desvio de recursos do Fundeb. Ele nega as acusações




O prefeito de São Simão, Márcio Barbosa Vasconcelos (PSDB), foi preso durante a Operação Recomeço, da Polícia Federal, deflagrada na manhã desta quarta-feira (26).

De acordo com a corporação, o prefeito é suspeito de envolvimento em um esquema fraudes em licitações e desvio de recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), destinados à compra de material didático.

Em entrevista ao portal G1 Goiás, Tadeu Bastos, advogado do prefeito, disse que o seu cliente nega as acusações. “Ele está colaborando com as investigações e vai demonstrar que não tem nenhum vínculo com as fraudes apontadas. Assim que possível, vamos buscar as medidas cabíveis para revogar a prisão, para que ele aguarde o andamento das investigações em liberdade”, destacou.

Segundo a Polícia Federal, as investigações se iniciaram há um ano e restou comprovado o superfaturamento em contratos de fornecimento de materiais escolares por meio de simulação de licitação, bem como o pagamento por materiais não fornecidos em procedimentos com dispensa de licitação. Tais práticas foram possíveis mediante a participação e/ou conivência de servidores públicos municipais integrantes da Comissão Permanente de Licitação da Prefeitura de São Simão e secretários municipais.

Os envolvidos responderão criminalmente, de acordo com o grau de suas condutas, pelos crimes de peculato, corrupção passiva ou ativa, emprego irregular de verba pública, fraudes a licitações, bem como no crime de responsabilidade, cujas penas máximas somadas cumulativamente perfazem o total de 40 anos de reclusão. (Com informações do G1 Goiás)