Caso neymar

Porteiro registra BO contra Najila Trindade por ameaça e pede medida protetiva

O porteiro ouviu Najila, que acusa Neymar de estupro, dizer "Tô aqui com meu irmão e com uma galera e você sabe o que é, vai ser melhor para você"


Fabricio Moretti
Do Mais Goiás | Em: 11/06/2019 às 19:14:18

Porteiro do prédio onde Najila mora chega à delegacia para prestar depoimento (Foto: GloboNews/Reprodução)
Porteiro do prédio onde Najila mora chega à delegacia para prestar depoimento (Foto: GloboNews/Reprodução)

Um dos porteiros do prédio onde vive Najila Trindade, mulher que acusa Neymar de estupro, registrou boletim de ocorrência contra a moradora por ameaça, de acordo com o UOL. Segundo o portal, o porteiro descreve que ouviu a seguinte frase da modelo: “Tô aqui com meu irmão e com uma galera e você sabe o que é, vai ser melhor para você”.

Diante da ameaça, o porteiro pediu medidas protetivas à Polícia Civil. Ele deixou a delegacia sem conversar com a imprensa.

O local em que Najila mora é palco de grande polêmica desde a última quinta-feira (6), quando a modelo reclamou que houve um arrombamento no apartamento. O proprietário do imóvel e a administração do condomínio negaram o crime. Uma equipe de peritos foi enviada para o apartamento e o laudo ainda não foi divulgado. Na investigação, os funcionários do condomínio foram convocados para depor, o porteiro que relatou a ameaça é um deles.

Tablet teria sido furtado

O arrombamento é importante pois envolve um tablet onde estaria uma prova fundamental para a tese de Najila, o vídeo gravado no quarto de hotel em que ela ficou em Paris. Um celular foi usado para fazer as imagens da segunda visita de Neymar. Trata-se dos 66 segundos amplamente divulgados pela imprensa e que mostram a modelo agredindo o atacante.

A íntegra do vídeo, no entanto, estaria em um tablet que teria sumido depois do provável arrombamento e a sequência da gravação seria usada para comprovar o suposto estupro. Ocorre que desde o registro do BO por crime sexual, transcorreram-se dez dias e até agora a modelo não apresentou as imagens.

Descontente com a falta das provas que a cliente disse possuir, o advogado Danilo Garcia de Andrade renunciou ao caso. Ele disse inclusive que foi acusado pela ex-cliente de ter furtado o tablet.