Cidades

Por falta de verba, MPT deve encerrar contrato de 826 estagiários até dezembro

Estudantes de todo o Brasil se uniram para tentar reverter a medida determinada pelo órgão


Juliana França

Do Mais Goiás | Em: 28/11/2018 às 18:38:17


Ministério Público do Trabalho, em Goiás. (Foto: Reprodução)
Ministério Público do Trabalho, em Goiás. (Foto: Reprodução)

Por falta de verba, Ministério Público do Trabalho (MPT) deve encerrar o contrato de 826 estagiários até dezembro, em nível nacional. Estudantes foram informados sobre a questão pelos Procuradores-chefes em reuniões realizadas, desde o final de outubro, em diversas Procuradorias do Trabalho em todo o Brasil.

Em Goiás, os estagiários receberam a informação, na última sexta-feira (23), durante uma reunião com o procurador-chefe do MPT-GO, Tiago Ranieri. Os estudantes foram informados de que o programa de estágio deve ser encerrado até o final de 2018 devido a um corte orçamentário, em decorrência tanto da redução de verba destinada ao Ministério Público da União (MPU) quanto da distribuição destes recursos ao MPT.

Após receberem as informações de forma repentina, os estagiários de todo o Brasil se uniram para tentar reverter a medida determinada pelo órgão. Já que, segundo eles, o encerramento dos contratos de estágio traz consequências negativas tanto à formação profissional-acadêmica dos estudantes quanto à atuação do próprio MPT. 

“Nós temos recebido apoio dos procuradores do Trabalho e servidores públicos de diferentes órgãos e acreditamos na possibilidade de reversão das demissões”, disse uma das estagiárias que preferiu não se identificar.

Por nota, o MPT informou que um grupo de trabalho está avaliando a questão.