Série B

Ponte Preta sai na frente, mas leva a virada do Atlético-GO

Macaca sai na frente com belo gol de Paulinho, mas Dragão reage após o intervalo e ganha, com dois gols de Júlio César e um de Rômulo


Altemar Santos
Do Mais Goiás | Em: 19/05/2018 às 18:56:53

(Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

A Ponte Preta até saiu na frente, porém acabou levando a virada e foi derrotada pelo Atlético Goianiense pelo placar de 3 a 1 em confronto válido pela sexta rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Paulinho abriu o placar no primeiro tempo para os paulistas, enquanto Júlio César, duas vezes, e Rômulo garantiram a virada após o intervalo do duelo realizado sem a presença de torcedores, devido a uma punição, no estádio Nabi Abi Chedid.

Com o resultado, a equipe goiana chega aos 10 pontos e se aproxima um pouco do grupo de acesso à primeira divisão, que é aberto por São Bento, que soma 12. Já a Ponte permanece com 7 pontos e cai para a 13ª colocação, podendo terminar a rodada de maneira ainda pior dependendo dos resultados da rodada.

Na próxima rodada, o Atlético recebe o Oeste na sexta-feira no estádio Olímpico buscando mais três pontos na competição. Já a Macaca viaja até o Maranhão, onde encara o Sampaio Corrêa no estádio Castelão.

FICHA TÉCNICA
PONTE PRETA X ATLÉTICO-GO

Local: Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança (SP)
Data: 19 de maio de 2018, domingo
Horário: 16h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Caio Max Augusto Vieira (RN)
Assistentes: Jean Marcio dos Santos (RN) e Vinicius Melo de Lima (RN)
Público: Portões fechados
Renda: Portões fechados
Cartões amarelos: André Luis, Tiago Real, (Ponte Preta) Fernandes (Atlético-GO)
Cartão vermelho:
Gols: PONTE PRETA: Paulinho aos 37 minutos do primeiro tempo. ATLÉTICO-GO: Júlio César, aos 21 e 44, e Rômulo aos 25 minutos do segundo tempo

PONTE PRETA: Ivan; Igor, Reginaldo, Renan Fonseca e Marciel (Felippe Cardoso); André Castro, Paulinho e Tiago Real (Murilo Henrique); André Luis (Roberto), Júnior Santos e Danilo Barcelos
Técnico: Doriva

ATLÉTICO-GO: Jefferson, Alisson, Renê (Oliveira), Lucas Rocha e Mascarenhas; Bileu (Junior Brandão), Rômulo, Fernandes e João Paulo; Júlio César e Renato Kayser (André Luis)
Técnico: Claudio Tencati

Da Gazeta Esportiva