Joao Paulo Alexandre
Do Mais Goiás

Policlínica de Posse fecha por 14 dias após decreto municipal

Cidade decidiu por medidas mais restritivas para conter o avanço da doença na cidade

Policlínica de Posse fecha por 14 dias após decreto municipal (Foto: Reprodução)

A cidade de Posse publicou medidas restritivas para o comércio local para evitar propagação da covid-19 nesta segunda-feira (22). Nesse contexto, a Policlínica da cidade, por conta própria, decidiu fechar as portas pelos próximos 14 dias, em adesão à iniciativa municipal e à nota técnica da Secretaria de Estado da Saúde (SES-GO).

“Posse está em uma região classificada como de calamidade e todas as medidas precisam ser adotadas pelas autoridades para evitar a ampliação dessa pandemia. O sistema de saúde enfrenta uma das fases mais críticas da doença e não podemos deixar margem para riscos”, frisa o diretor da unidade, Thadeu Grembecki.

Os servidores foram dispensados dos serviços e somente o essencial para a manutenção das instalações e equipamentos será mantido durante esse período. Os trabalhos serão retornados na primeira semana de março, que é quando acaba a decisão.

A montagem de máquinas e instalações necessárias para a implantação do serviço de hemodiálise na Policlínica seguirão, e no retorno das atividades, já estarão à disposição do Complexo Regulador para encaminhar pacientes renais crônicos. “Logo na primeira semana de março, quando retornarmos, haverá disponibilidade desse serviços de hemodiálise para a população atendida pela Policlínica de Posse”, comenta o diretor.

Restrições

O prefeito da cidade, Hélio Bonfim, decidiu interromper as atividades não essenciais como academias, bares e restaurantes. O comércio em geral teve a sua capacidade de atendimento reduzida para 20%. Segundo o gestor, a decisão foi tomada em conjunto com os representantes comerciais e empresários locais.

A cidade que tem população estimada de 37.414, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), registou os 1 mil casos na última segunda-feira (22). Posse também conta com 28 casos ativos, 16 suspeitos, 14 mortes e dois óbitos em investigação.

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe do Portal www.EMAISGOIAS.com.br pelo WhatsApp (62) 98272-3896 ou entre em contato pelo (62) 3259-6500