CONTRA CRIMES ELEITORAIS

Polícias federais e de Goiás anunciam atuação conjunta no pleito

A informação foi divulgada numa coletiva de imprensa realizada hoje, sexta-feira (13), com representantes do TRE-GO e das forças policiais


Ton Paulo
Do Mais Goiás | Em: 13/11/2020 às 16:43:03

Foto: Youtube/Reprodução
Foto: Youtube/Reprodução

As Polícias Civil e Militar de Goiás atuarão de forma integrada com a Polícia Federal (PF) e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) para garantir a segurança nos locais de votação e combater a proliferação de fake news, durante o processo eleitoral nos municípios goianos. A informação foi divulgada numa coletiva de imprensa, realizada nesta sexta-feira (13), com representantes do Tribunal Regional Eleitoral de Goiás (TRE-GO) e das forças policiais.

A PF anunciou que prestará apoio presencialmente nos municípios de Goiânia, Jataí e Anápolis, e também na Região Metropolitana da capital. O órgão pretende usar drones para auxiliar no monitoramento.

Já a Polícia Civil informou que terá equipes presentes em 157 municípios de Goiás antes, durante e depois da votação no dia 15, domingo. A Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Cibernéticos (Dercc) confirmou que fará plantão para atender denúncias de fake news. Além disso, haverá 150 policiais civis espalhados pelo interior do Estado, que passaram por um curso de formação contra crimes do tipo.

A Polícia Militar, por sua vez, informou que vai destinar 5.500 agentes para os locais de votação. Já no policiamento ordinário, 2.400 profissionais serão empregados, além de 1.150 viaturas. Segundo a corporação, todos os 2.471 locais de votação do Estado estarão guarnecidos com equipes de PMs.

Por fim, a PRF anunciou que também reforçou a fiscalização neste final de semana nas BRs que cortam Goiás, “com o objetivo de garantir segurança, mobilidade e inibir os crimes eleitorais que possam ocorrer às margens de rodovias federais”.