Segurança pública

Polícias de Goiás estão entre as mais bem pagas do País

Em 14 funções pesquisadas, as três instituições das forças de goianas alcançaram médias salariais que vão da 2ª à 8ª colocação.





//

Pesquisa divulgada neste sábado pelo Datafolha mostra que apenas 31% dos brasileiros acham que sua vida melhorou após 13 anos de governo do PT. Para 68% não houve melhora significativa: 26% alegaram que a situação, inclusive, piorou, e 42% consideraram que ela ficou igual.

No período de PT no poder, todas as faixas sociais tiveram aumento de renda. Os 10% mais pobres passaram a ganhar 129% mais. Entre os 10% mais ricos, o aumento real da renda (acima da inflação) foi de 32%.

Segundo analistas ouvidos pelo jornal “Folha de S.Paulo”, o conjunto crise econômica aguda, denúncias de corrupção, prisões de petistas e fragilidade política levou à queda no prestígio do PT captada pela pesquisa. Isso ocorreu mesmo com o ganho social que o partido promoveu, comparável ao dos países europeus que optaram pela social-democracia após a Segunda Guerra Mundial.

Só 24% veem o partido na Presidência como algo ótimo/bom. Para 35%, a legenda na presidência é “ruim ou péssima”. Para 40%, é regular.

A pesquisa foi feita com 3.541 entrevistados em 185 municípios nos dias 25 e 26 de novembro. A margem de erro é de dois pontos percentuais.

Veja a tabela:

Polícia Militar
Coronel – 1º
Tenente coronel -1º
Major – 1º
Capitão – 1º
Tenente – 2º
Subtenente – 7º
Sargento – 4º
Cabo – 6º
Soldado – 2º

Bombeiro
Coronel – 3º
Tenente coronel – 4º
Major – 3º
Capitão – 1º
Tenente – 3º
Subtenente – 8º
Sargento – 5º
Cabo – 6º
Soldado – 3º