Violência

Policial militar mata sogro, sogra e cunhado após crise de ciúmes

O crime aconteceu na noite desta quinta-feira no Setor Rio Formoso





//

Um policial militar matou a tiros a sogra, sogro e um cunhado, de 12 anos, na noite desta quinta-feira (1º/01). O crime aconteceu dentro da própria residência localizada na Rua Domingos Alves de Castro, no Setor Rio Fomoso, em Goiânia.

Segundo informações da Polícia Militar (PM), o suspeito estava de folga quando houve uma discussão. Em seguida, ele teria efetuado os disparos e matado os três parentes.

A esposa dele, Sara Silva Vieira Costa, de 23 anos, também foi ferida no braço direito e levada para o Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo). De acordo com a unidade, ela passou por cirurgia e o estado é considerado estável.

Raimundo Nonato da Silva, de 54 anos, Maria Margarete Barbosa Silva, de 45 anos, e Máximo da Silva, de 12 anos, não resistiram aos ferimentos e morreram no local. O crime teria sido motivado por ciúmes, de acordo com a Polícia Civil.

Após o crime, o soldado Hélio Vieira Costa, de 37 anos, fugiu em um VW Voyage levando os seus três filhos. A polícia conseguiu localizar o policial na Cidade de Goiás. Ele tentou furar o bloqueio, entrou na cidade e foi preso em um estacionamento. As três crianças nada sofreram. 

A Polícia Civil informou que ele está detido na Delegacia de Investigações de Homicídios (DIH), na capital, onde prestará depoimento. 

De acordo com relatos de parentes das vítimas, o homem, a mulher e a criança moravam em Santo Antônio do Descoberto, no Entorno do Distrito Federal.

Nota da Polícia Militar sobre o crime:

“Com relação ao fato envolvendo soldado da Polícia Militar, a Assessoria de Comunicação da PM informa que:

1) A Corregedoria da PM já instaurou procedimento para apurar o ocorrido, bem como as circunstâncias;

2) O policial já está detido e a arma utilizada no crime foi apreendida.”